RMVale

Aluna de Jacareí tem redação premiada pelo Tribunal de Contas

Participaram estudantes do 5º ao 7º ano do Fundamental

Escrito por Meon

01 DEZ 2023 - 11H38 (Atualizada em 07 FEV 2024 - 12H36)

SPGOV

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP), em parceria com o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), anunciou os vencedores do Concurso de Redação 2023. Nove alunos do 5º ao 7º ano do Ensino Fundamental da rede estadual de São Paulo, entre eles uma estudante de Jacareí, foram premiados em cerimônia realizada nesta quinta-feira (30), no auditório nobre do Tribunal.

+ Leia mais notícias da RMVale

+ Receba as notícias do Meon pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/GrkfVyt9TgB5kzD9FiFMzi

Com o tema “Faça (a sua) parte!”, os alunos escreveram sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, conjunto de metas definido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a promoção do crescimento econômico com inclusão social e proteção ao meio ambiente. Ao todo, foram encaminhados 172 textos, contabilizando 52 Diretorias de Ensino do Estado.

Na seleção dos melhores textos, foram analisados os seguintes critérios: capacidade de comunicação e argumentação, originalidade, entendimento do gênero textual proposto, desenvolvimento do assunto, qualidade da escrita e respeito às normas ortográficas e gramaticais. Os autores não foram identificados durante a avaliação.

Os primeiros colocados e seus respectivos professores orientadores foram premiados com computador/notebook; os segundos, um tablet; e os terceiros, um leitor de e-book portátil. Os escolhidos ainda receberam certificado de participação com menção honrosa e convidados a participar da cerimônia de premiação.

Quero conhecer São Paulo’

Uma das vencedoras de primeiro lugar, Jaqueline dos Santos Vieira, estudante do 5º ano da Escola Estadual Professora Elydia Benetti, em São Carlos, escreveu a redação “A Vida Debaixo D’água”. “Ela me entregou a redação e disse assim: ‘Professora, eu quero conhecer São Paulo’”, conta, rindo, a professora Silmara Garcia de Andrade. “A Jaqueline é uma aluna muito participativa, questionadora, disciplinada, faz todas as atividades com entusiasmo, ela gosta de aprender”, orgulha-se.

“Contei a história de um tipo de cavalo marinho, que está em extinção. Coloquei a empatia na escrita, como se eu estivesse no lugar do animal, para sensibilizar as pessoas que estiverem lendo meu texto”, explica Jaqueline sobre seu processo criativo. “As pessoas deviam usar mais a racionalidade para o ambiente ser menos poluído, tratando do esgoto que vai para os rios e mares, e separando o lixo para ser reciclado”, continua.

Sobre a premiação, a estudante não tem dúvida do que mais gostou: “Conhecer São Paulo foi muito legal, a melhor coisa que eu poderia ganhar. Eu imaginava um lugar muito cheio, lotado de pessoas e carros. E é assim mesmo”, diverte-se a menina, que conheceu a Avenida Paulista e o Masp e andou por vários lugares da capital com o pai e com a coordenadora da escola.

Confira a lista de estudantes premiados

No 5º ano, foram premiados os alunos:

• Jaqueline dos Santos Vieira, da Escola Estadual Professora Elydia Benetti, de São Carlos (1º lugar); e

• Felipe Galliani Montanheiro, da Escola Estadual Professor Divo Marino, de Ribeirão Preto (2º lugar); e

• Alexia Oliveira Mota, da Escola Estadual Professora Jacyra Moya Martins Carvalho, de São Paulo (3º lugar).

No 6º ano, receberam a premiação os estudantes:

• Anahy Fernandes Martin, da Escola Estadual Professora Maria de Lourdes Gentille Stéfano, de Itápolis (1º lugar);

• Julia Trindade Poloni, da Escola Estadual José Florêncio do Amaral, de Monções (2º lugar); e

• Maria Julia Rosa Rodrigues, da Escola Estadual Professora Ephigênia Cardoso Machado Fortunato, de Bariri (3º lugar).

Por último, no 7º, foram premiadas as redações de:

• Julia Maria Mota Cardoso, da Escola Estadual Amância Dias Sampaio, de Jacareí (1º lugar); e

• Marina Gabriela Granado, da Escola Estadual Antonio Maximiano Rodrigues, de Catanduva (2º lugar); e

• Manuela Santos Firmiano, da Escola Estadual Professor Suetônio Bittencourt Júnior, de Santos (3º lugar).

Para Rosimeire Massocato, diretora da Escola Estadual Professora Ephigênia Cardoso Machado Fortunato, a oportunidade trouxe avanços significativos para a trajetória dos alunos, que desenvolveram noções de consciência ambiental e a importância de projetar metas sobre sustentabilidade. “Participar do concurso de redação foi mais uma forma de levar conhecimento para a sala de aula, dar vez e voz aos alunos, incentivando-os a se tornarem cada vez mais protagonistas de suas ações para um futuro sustentável”, relata.

Na premiação, a Secretaria da Educação esteve representada pela assessora técnica Márcia Bernardes e o TCESP pelo presidente Sidney Beraldo, pelo vice-presidente do Tribunal, Renato Martins Costa, e pelo coordenador do grupo de avaliação do concurso e do Observatório do Futuro, núcleo do TCESP que monitora os ODS no Estado, Leandro Dall´Olio.

A Secretaria de Educação de Jacareí apoia o Projeto Meon Jovem.

MEON
MEON



Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...