RMVale

Conta de luz fica 12,4% mais cara no estado de SP

Aneel aprovou reajuste que passa a valer a partir de segunda-feira (4)

Escrito por Meon

28 JUN 2022 - 14H26

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou, nesta nesta terça-feira (28), o reajuste tarifário de 12,04% da Enel Distribuição São Paulo (antiga Eletropaulo), que distribui energia elétrica em 24 cidades paulistas, inclusive na RMVale. O Governo Federal aplicou uma série de ações solicitadas pelas distribuidoras para minimizar os efeitos causados pelos reajustes tarifários aos consumidores, diante da situação econômica agravada pela pandemia e pela continuação da crise hídrica.

O reajuste anunciado passa a valer na próxima segunda-feira (4) para os municípios da área de concessão da Enel. O aumento poderia ter chegado a 27,64%.

Consumo

Para oos consumidores de baixa tensão, insto é, residências, o reajuste fica em 10,15% e para os clientes de média e alta tensão, que são as indústrias e grandes comércios, o reajuste é de 18,03%.

Alguns dos fatores que influenciaram esse reajuste foram o aumento de encargos setoriais da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), dos custos com aquisição de energia e com o transporte dessa energia até a distribuidora.

Ações promovidas pelo Governo, Aneel e distribuidora minimizaram os impactos para os consumidores.

Tarifa

As tarifas de energia são definidas pela Aneel com base em leis e regulamentos federais e contêm custos que não são de responsabilidade da Enel como encargos setoriais, impostos, custos de geração e transmissão de energia. Estes valores são arrecadados pela distribuidora, por meio da tarifa de energia, e imediatamente são repassados às empresas e ao Governo Federal.

Por exemplo, de uma conta de R$100, R$ 22,90 são destinados à Enel Distribuição São Paulo, que serão usados para operações, expansões, manutenções da rede de energia e para remuneração dos investimentos.

Condições facilitadas para pagamentos das contas

A Enel Distribuição São Paulo realizará nos dias 2, 16 e 23 de julho uma ação de negociação e parcelamento de dívidas. Os clientes devem procurar uma das lojas de atendimento para quitarem seus débitos e ficarem em dia com a concessionária ou, entrar em contato pelos canais digitais de atendimento, sem precisar se deslocar até uma loja.

Quem tiver contas em atraso acima dos 61 dias, poderá parcelar a fatura de energia em até 12 vezes (entrada + 11 parcelas com juros de 1% ao mês). Já para os clientes que são cadastrados no benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica, a empresa oferece a opção de parcelamento em 36 vezes, com pagamento de 10% de entrada, sem cobrança de encargos e juros.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.