RMVale

“Isso é criminoso”, fala prefeito Toninho Colucci sobre a falta de vacinas em Ilhabela

Segundo a prefeitura, a cidade está com um déficit de 3.820 doses do imunizante contra a Covid-19 para a faixa etária de 50 a 59 anos

Escrito por Julia Lopes

17 JUN 2021 - 18H13 (Atualizada em 17 JUN 2021 - 19H07)

Divulgação/PMIB vacina ilhabela (Divulgação/PMIB)

O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci (PL), disse que a cidade está com déficit de 3.820 doses de vacina contra a Covid-19 para imunizar a população de 50 a 59 anos por falta de repasse do Governo do Estado ao município.

Ao Portal Meon, o prefeito informou que Ilhabela deveria receber cerca de 4.270 doses de vacina, mas recebeu apenas 450 doses para o público de 50 a 59 anos sem comorbidades, apenas 10% da quantidade que deveria ser repassada ao município. 

“Na verdade o Governo do Estado está repassando uma quantidade inferior ao necessário. O governo não disponibiliza a quantidade de vacinas necessária para vacinar a população”, falou Toninho Colucci.

Além disso, o prefeito falou que o fato do governo estadual não repassar a quantidade de doses necessárias para a vacinação é constante no município. Disse ainda que o Governo de São Paulo teria cerca de 3,5 milhões de vacinas estocadas e não repassam as prefeituras.

O prefeito informou ainda que a vacinação para a faixa etária de 50 a 59 anos foi retomada nesta quarta-feira (16), mas teria acabado no mesmo dia, devido a falta de imunizantes que esgotaram depois da aplicação das primeiras doses.

O público dos profissionais de educação, segundo Colucci, também está com déficit de vacinas. Ilhabela teria recebido apenas 380 doses do imunizante, mas há cerca de 1.000 profissionais que teriam que receber a vacina .

“Isso é criminoso! O Governo do Estado estoca vacinas e deixa de repassar para os municípios. Tudo que é repassado é aplicado nos moradores, mas não podemos fazer milagre se não recebemos vacinas”, falou o prefeito de Ilhabela.

O que diz o Estado

Em resposta ao Portal Meon, Regiane de Paula, coordenadora do Plano Estadual de Imunização contra Covid-19, disse em vídeo que no caso específico do município de Ilhabela, o Estado enviou 16.300 doses e foi registrado até o momento na plataforma VaciVida, aplicação 14 mil doses, portanto, ainda há em estoque 2.300 a serem aplicadas no município.

A porta voz falou no vídeo que o Estado de São Paulo não guarda doses no seu centro de distribuição e logística e que não há estoque de doses.

Até esta quinta-feira (17), o Estado de São Paulo já enviou mais de 24 milhões para os 645 municípios e tem registrado na plataforma VaciVida cerca de 20 milhões de doses aplicadas no total. Portanto, há mais de três milhões de doses para serem aplicadas e registradas em todo o Estado.

“Toda a vacina que é colocada no braço deve ser registrada, se não o Estado entenderá que há doses nos municípios a serem vacinados”, falou Regiane de Paula.

Assista ao vídeo com a resposta completa.

VaciVida

Segundo o VaciVida, Ilhabela recebeu cerca de 16.337 doses de vacina contra a Covid-19 no governo estadual. Destas, 14.168 doses foram aplicadas, sendo 10.253 na 1º dose e 3.915 na 2º dose. Ao todo, cerca de 28,81% da população do município está vacinada.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Julia Lopes, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.