Por Andressa Lorenzetti Em RMVale Atualizada em 21 MAI 2020 - 18H52

Prefeito de São Sebastião nega durante uma "live" que tenha articulado protesto contra turistas

Felipe Augusto reforça os riscos de aglomerações na cidade e explica que o manifesto foi uma vontade dos moradores

O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, fez uma live na tarde desta quinta-feira (21), negando que tenha articulado uma manifestação com o morador Paulo Araújo, conhecido por "Pauleth".

Uma ligação telefônica entre os dois foi gravada e acabou divulgada por um site de notícias local, dando a entender que o prefeito da cidade estaria combinando o protesto com os moradores com intermédio de Pauleth. Felipe Augusto fez duras críticas ao repórter e ao veículo de comunicação, dando a entender que a situação foi distorcida, e não comentou sobre como o repórter teria tido acesso à essa conversa.  

Durante a transmissão Felipe Augusto aparece no bairro Juquehy junto com a comunidade e os vereadores Renato e Reis, explicando que foi apenas comunicado por Pauleth que também participou do vídeo, que teria um protesto pacífico contra a vinda de turistas nesse momento de risco por causa do coronavírus, deixando claro que entendia os motivos.

"Respeitamos todos os turistas que ao longo dos anos vieram gastar conosco aqui na cidade, principalmente veranistas, que tem suas casas aqui e pagam os impostos em dia, mas em meio a essa pandemia, tem que ficar em casa. Nosso sistema de saúde não aguenta tanta gente. Por isso, fechamento de vielas, bloqueios, tudo feito de uma forma ordenada e organizada", disse o  prefeito na live, confira o trecho do vídeo. 

A live completa está na página pessoal de Felipe Augusto no Facebook.

Protesto na Rio-Santos

O protesto em questão foi feito na noite desta terça-feira (19), manifestantes bloquearam a rodovia Rio-Santos em São Sebastião devido ao feriado prolongado aderido na capital, temendo a vinda de muitos turistas e veranistas, em plena quarentena. Foram antecipados os feriados de Corpus Christi e do Dia da Consciência Negra para 20 e 21 de maio na cidade de São Paulo .

De acordo com o DER (Departamento de Estradas e Rodagem), a manifestação aconteceu em dois pontos da rodovia: no km 178, na altura de Juquehy, e km 183, na altura do bairro Barra do Una.

O bloqueio teve inicio por volta das 19h e a via foi liberada por volta das 20h30. Os participantes atearam fogo em objetos e entulhos para chamar a atenção. 

Na noite de segunda-feira (18), o prefeito Felipe Augusto já havia manifestado indignação com a antecipação de feriados. Também numa live desabafou: "estruturou equipes, comprou EPI, fez tudo. Pra fazer isso com a gente agora? Então fecha estrada, deixa a gente fechar estrada. Brincadeira!”, disse no vídeo, exibido na mesma rede social. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Andressa Lorenzetti, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.