O Handebol Taubaté ficou com o vice-campeonato da Liga Nacional Masculina. Na decisão da manhã deste domingo, em mais um grande clássico contra o Pinheiros, perdeu na segunda prorrogação, por 29 a 26.

No ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo, o Taubaté começou melhor, explorando a contundência de Zepan nas ações ofensivas e barrando os ataques do Pinheiros. Nos cinco primeiros minutos, abriu uma expressiva vantagem de 4 a 1.

O time de São Paulo sentiu as dificuldades e o Taubaté foi aproveitando. Aos 15 minutos, passou a ter um placar de 7 a 2 e destacando o trabalho do pivô Vini Teixeira.

Todavia, sem conseguir sustentar o ritmo, o Taubaté foi permitiu a recuperação do adversário. As 25 minutos, o Pinheiros já estava com a desvantagem reduzida no placar de 8 a 5. E nos cinco minutos finais, 9 a 7 acabou como o resultado do primeiro tempo.

O começo da segunda etapa foi comprometedor para o Taubaté. Os ataques consagravam o goleiro Marcão e as ações defensivas não seguravam o Pinheiros. Em quatro minutos, o adversário fez três gols e virou o placar para 10 a 9.

Como o Taubaté demorou mais de seis minutos para voltar a marcar um gol, quando conseguiu, o Pinheiros ainda continuava em vantagem, por 11 a 10.

Instigado pela desvantagem, o Taubaté acelerou o ritmo da partida, mas o Pinheiros foi valorizando as vantagens no placar. Aos 20 minutos, o time de São Paulo vencia por 17 a 15 e cinco minutos depois, também dois pontos de diferença em um 18 a 16.

Com determinação, competência e bos defesas do goleiro Rick, o Taubaté foi buscar o empate no último minuto. Aos 19min27s, Denys fez 19 a 19 e levou a final para a prorrogação.

Nas prorrogações

Nos cinco minutos iniciais do tempo extra, o Taubaté mandou uma bola na trave com Perrela e o Pinheiros abriu o placar. Todavia, os taubateanos viraram para 2 a 1 e a contagem geral para 21 a 20.

O Pinheiros, como ocorreu no tempo normal, voltou do intervalo melhor e fez dois gols, passando a vencer por 22 a 21. O Taubaté, também com dois gols seguidos, revirou fazendo 23 a 22. Antes do minuto final, mais um gol do Pinheiros e empate por 23 a 23, levando a partida à uma segunda prorrogação.

No segundo tempo extra de 10 minutos, o Taubaté começou melhor e com dois gols, abriu 25 a 23. O Pinheiros diminuiu e no último segunda da etapa inicial, empatou, 25 a 25.

Como na volta dos dois intervalos anteriores, o Taubaté retornou mal e o Pinheiros aproveitou. Fez dois gols antes do último minuto, ampliou, ficando com confortável 28 a 25. No tempo restante, o Taubaté diminui para 27 a 26 e o time de São Paulo ainda fez mais um, fechando o placar em 29 a 26.

Denys está fazendo o gol do Taubaté que determinou um empate no tempo normal (Foto: Divulgação)