bacalhau_arquivo

O quilo do bacalhau subiu 21,37% e a azeitona 11,73%

Arquivo

Uma pesquisa no Núcleo De Pesquisas Econômico-Sociais (Nupes) da Universidade de Taubaté(Unitau) divulgada nesta quinta-feira(4) aponta o aumento nos preços dos produtos comercializados na semana santa. O bacalhau e as azeitonas são os vilões da ‘cesta de pascoa’ deste ano na RMVale.

O Nupes faz a pesquisa com base em seis produtos tipicamente comercializados na Semana Santa. Foram coletados dados de comércios das cidades de Taubaté, São José dos Campos, Caçapava e Campos do Jordão. No item ovos de páscoa foram verificados os preços do produto com e sem brinquedos.

A pesquisa revelou que houve alta em todos os itens. Em relação a 2018, o quilo do bacalhau teve um aumento de 21,37% chegando a R$53,94. A azeitona registrou a segunda maior alta com 11,73% - 500 gramas do produto custam R$ 12,19.

O filé de peixe – pescada ou tilápia – tiveram um aumento próximo ao das azeitonas com 11,50%. Foi registrado um preço médio de R$21,29 no quilo do filé de peixe.

Os ovos de pascoa sem brinquedos de 170g custam em média R$38,20 e registraram um aumento de 10,18% em relação ao ano anterior. Já os ovos com brinquedos (170g) tiveram alta de 11,07% chegando ao preço médio de R$ 50,38. Sendo assim, os ovos com brinquedo são cerca de 31,88% mais caros.

A caixa de bombom (300g) foi o produto com menor alta. Foi registrado um aumento de 4,94% com preço médio de R$ 9,13.