Por Meon Em Dicas de Sucesso Atualizada em 23 JUN 2021 - 17H08

Empreendedores encontram dificuldade em fazer negócios deslancharem na Internet

Uma breve pesquisa no Google Trends revela que, desde 2005, pessoas de todo o Brasil pesquisam sobre como fazer um site aparecer no Google e ganhar espaço na internet.

A pesquisa, claro, é mais profunda do que essa breve frase pode revelar e demonstra, geralmente, o desejo compreensível que marcas, lojas, negócios dos mais variados e sites de todos os nichos possuem de colocar seus clientes “para dentro” de suas plataformas.

Muita gente, infelizmente, só descobre o quanto essa missão pode ser complexa quando já finalizou o processo de desenvolvimento e construção do site, sem ter ideia de que, sem investimentos em mídia paga e SEO, seu empreendimento digital estará fadado ao fracasso e ao abandono, em pouco tempo.

Como o preço de um site para empresas é bastante acessível, a barreira de entrada para um negócio virtual é um tanto baixa, o que realmente estimula que as pessoas iniciem a jornada de empreendedorismo online sem muito conhecimento do mercado, acreditando que os resultados serão excelentes, visto que a internet representa um universo de oportunidades, porém, já faz tempo que negócios online enfrentam uma concorrência acirrada e ganhar visibilidade se torna cada vez mais caro.

A BQHost, agência que cria site, procura orientar seus clientes em relação a alguns fatores que influenciam no posicionamento orgânico de seus portais, lojas e sites de conteúdo, informando sobre a importância de hospedar o site dentro dos melhores padrões indicados para o tipo de projeto, realizando otimizações para que os sites apresentem códigos limpos e sem bugs e erros que causam lentidão e problemas de usabilidade e oferecendo conteúdos com orientação gratuita para que seus clientes se mantenham informados sobre os melhores padrões e técnicas de gerenciamento de conteúdo e boas práticas na internet.

Apesar disso, muitos clientes ainda não compreendem muito bem como a pesquisa do Google e de outros buscadores funcionam e não é incomum que uma pessoa diga que sua loja “está em primeiro lugar no Google, mas não vende”.

Esse tipo de comentário é excepcionalmente comum quando é levado em conta o tanto de empreendedores que se sentiram forçados a digitalizar suas operações em meio à pandemia, sem possuir nenhum conhecimento sobre como funciona o mercado digital e suas peculiaridades.

O empreendedor busca pelo nome da sua loja, encontra no buscador e pensa que já está aparecendo para todas as pessoas.

O que ele não entende é que a maioria dos seus potenciais clientes não procura pelo nome do seu negócio e sim pelo seu produto. Geralmente, quando essa pesquisa é feita, empresas que já estão no digital há muitos anos ganham as primeiras posições e fazem com que os recém-chegados ao mercado fiquem com uma parcela muito pequena (ou nula) da clientela.

Essas informações não visam, de forma alguma, desmotivar quem está iniciando um projeto digital ou empreendendo pela primeira vez, através da internet.

O ponto aqui é orientar para que haja a compreensão de que o mercado virtual é complexo e possui infinitas possibilidades, sendo que dentro de cada uma delas, há dezenas ou centenas de coisas que precisam ser estudadas, analisadas e aprendidas.

Para os empreendedores que possuem tempo disponível para o aprendizado e não dependem de um resultado financeiro imediato para fazer o negócio sobreviver, a jornada de estudos sobre otimização de sites, marketing digital e gerenciamento de negócios online pode oferecer um crescimento considerável, tanto nos aspectos relacionados à execução e técnica quanto no que diz respeito a planejamento estratégico.

No segmento digital, o networking também é muito valorizado, e grandes parcerias e negócios podem se desenvolver enquanto o aprendizado evolui.

Quem não pode esperar por todo o tempo que o aprendizado técnico e estratégico pode demorar, deve buscar encontrar suporte e apoio em agências especializadas e só contar com profissionais autônomos ou freelancers quando estes vierem através da indicação de alguém de sua confiança.

Importa dizer que não há nada de errado no trabalho desses profissionais, que não estão vinculados a nenhuma empresa específica, porém, caso o cliente não possua nenhuma experiência no mercado online, não terá critérios avaliativos capazes de analisar se os serviços realizados pelos profissionais estão sendo realizados da melhor forma possível, o que pode dar margem para muitos problemas e desperdício de verba e energia.

Dentro de uma agência, é natural que os técnicos tenham seus projetos avaliados por analistas e especialistas em custommer success periodicamente, auxiliando a balizar os resultados e desempenhos de cada tipo de execução.

Além disso, é de praxe que as agências trabalhem com contratos que possuem informações como preços, prazos, pessoas responsáveis, endereços, telefones, informações fiscais e outros dados que facilitam a solução de questões através de vias judiciais, se e quando necessário, o que se torna um tanto mais difícil quando a contratação ocorre de maneira informal ou entre pessoas físicas.

Como se pode notar, perguntas simples como “o que fazer para meu site aparecer na internet?” podem ter respostas bastante complexas quando o assunto é o mercado digital.

Porém, apesar desse tema ser mais profundo do que parece inicialmente, é nele que estão as maiores oportunidades e todas as tendências relacionadas ao futuro dos negócios e do empreendedorismo, o que faz com que, de fato, valha a pena continuar pesquisando, se informando e se aprofundando, cada dia mais, em tudo que envolve esse universo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Dicas de Sucesso

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.