Por Conteúdo Estadão Em Brasil & Mundo

Com gol contra, Bahia perde para o Independiente e se complica na Sul-Americana

Apesar de ter feito um bom jogo diante do Independiente, da Argentina, o Bahia saiu derrotado por 1 a 0 na noite desta terça-feira pela quinta e penúltima rodada da primeira fase da Copa Sul-Americana. O clube brasileiro jogou no estádio Libertadores da América, em Avellaneda, e criou as principais chances, mas não conseguiu marcar. O gol da vitória argentina foi ainda mais amargo, pois foi feito por Thonny Anderson, contra, já no fim da partida.

Recém-chegado ao Bahia e vindo do Red Bull Bragantino, Thonny Anderson entrou no segundo tempo em seu sexto jogo e ainda não marcou a favor do clube baiano. Mas o atacante revelado pelo Grêmio fez um gol contra e que pode eliminar o Bahia da competição.
Com o resultado, o Bahia caiu para segunda colocação do Grupo B e segue com oito pontos, três a menos do que o Independiente, que praticamente garantiu a classificação.

Isso porque joga por um empate na última rodada diante do já eliminado Guabirá, da Bolívia, que perdeu seus quatro jogos até agora. A partida está marcada para quarta-feira (26), às 19h15, mesma data e horário em que o Bahia recebe o Montevideo City Torque, do Uruguai, no Pituaçu, em Salvador (BA).

Mesmo jogando fora de casa, o Bahia conseguiu impor certa pressão no começo da partida e levou perigo com cabeçada de Gilberto após cruzamento da direita. Outro lance importante ocorreu aos 23, em troca de passes curtos, quando Thaciano apareceu na grande área e chutou de primeira, mas para fora.

Depois disso, o time brasileiro deu mais espaço para o Independiente, que não conseguiu criar chances claras de gol. A chegada mais perigosa foi em chute de fora da área de Sebastián Palacios. O goleiro Douglas tentou encaixar, mas a bola escorregou e foi para escanteio.

No segundo tempo, o cenário se repetiu de forma intensificada, com o Bahia bem melhor. Até chegou balançar a rede, mas Daniel estava impedido em lance de falta. Rossi era acionado constantemente com sua velocidade e Rodriguinho também levou perigo em chute de fora da área e nas bolas paradas, duas delas com boas cabeçadas de Juninho.

O Independiente só chegou ameaçar o goleiro Douglas aos 26 minutos em bola parada. Barreto cabeceou para defesa tranquila do brasileiro. Até que aos 37 minutos, em outra falta, o time argentino abriu o placar. Depois do cruzamento, o atacante Thonny Anderson tentou tirar, mas trombou com o goleiro Douglas e mandou contra o próprio gol. O Bahia ainda chegou bem em uma cobrança de falta já nos acréscimos, cobrada por Matheus Galdezani, mas não conseguiu o empate.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.