Por FolhaPress Em Brasil & Mundo

Ferj estipula multa para clubes que pouparem jogadores no Carioca

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - A Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) divulgou, em publicação em seu site oficial, o regulamento do Campeonato Carioca de 2021, com a existência de uma punição, no mínimo, curiosa.

O artigo 41 do texto afirma que os clubes podem ser multados caso não escalem suas equipes titulares, "sem justo motivo", a partir da terceira rodada da Taça Guanabara —exemplos ou significados dos tais "motivos" não foram detalhados.

"A associação que, sem justo motivo, assim reconhecido pelo DCO da FERJ, após a 3ª Rodada da Taça Guanabara, deixar de utilizar sua equipe considerada principal, perderá o valor correspondente a totalidade de sua cota fixa de direito de transmissão e, caso já as tenha recebido ou não faça jus, pagará uma multa equivalente a esse valor, que será revertida em benefício dos demais clubes participantes do campeonato", diz o texto do artigo.

O objetivo da medida, aprovada pelas equipes em reunião arbitral, é evitar o "desinteresse" envolvendo o estadual —em 2020, alguns times usaram elencos sub-23 em jogos do torneio.

A responsável pela transmissão dos jogos será a TV Record, que pagou R$ 11 milhões pelo direito de exibir as partidas.

Para Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo, a Taça Guanabara terá início nos primeiros dias de março, apenas uma semana após o encerramento da atual edição do Campeonato Brasileiro, previsto para a quinta-feira da próxima semana (25).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por FolhaPress, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...