Regional

Taubaté Vôlei ataca o Campinas para disputar mais uma final de Superliga

As semifinais começam nesta quarta-feira e centralizadas em um ambiente controlado por causa da pandemia

Escrito por Jogando Juntos

06 ABR 2021 - 19H00 (Atualizada em 06 ABR 2021 - 19H07)

Matheus Gentil/Agência MaxxSports Taub Vôlei 998 ( Matheus Gentil/Agência MaxxSports)

O Taubaté Vôlei volta à quadra nesta quarta-feira, em uma das duas partidas da rodada de abertura das semifinais da Superliga 2020/2021. Em um playoff de até três partidas, enfrenta o Vôlei Renata de Campinas. Como o Cruzeiro foi surpreendentemente eliminado pelo Itapetininga nas quartas de final, o time taubateano tem o desafio de confirmar o favoritismo ao título.

Sobre a preparação do Taubaté, confira o material enviado pela assessoria de Imprensa do clube.

Chegou a hora. Nesta quarta-feira (07/04) o EMS Taubaté Funvic inicia mais uma série decisiva dentro dos playoffs da Superliga Banco do Brasil Masculina de Vôlei 2020/21. Às 19h, a equipe taubateana encara o Vôlei Renata Campinas, na primeira partida da série melhor de três jogos válida pelas semifinais da competição.

Por conta da pandemia de COVID, toda a fase de semifinais e finais será realizada dentro do Centro de Desenvolvimento de Voleibol, na cidade de Saquarema. A “bolha”, montada no centro de treinamento da Confederação Brasileira de Voleibol para a realização das finais, visa garantir a segurança de atletas, comissões técnicas, arbitragem e todo o pessoal de apoio envolvido na realização das finais.

A partida entre EMS Taubaté Funvic e Vôlei Renata será transmitida ao vivo pelo canal por assinatura SporTV 2. A emissora transmitirá todos os jogos das fases semifinal e final.

Preparado

Após passar pelo América Vôlei nas quartas de final, vencendo a série em dois jogos a um (3×0/2×3/3×0), a equipe taubateana teve pouco mais de duas semanas sem jogos, e aproveitou bem esse período de maior tranquilidade para intensificar a preparação para as semifinais. A equipe embarcou completa para Saquarema e o clima é de foco total para a série semifinal que promete ser muito equilibrada.

“Nós enfrentamos o Vôlei Renata várias vezes nessa temporada e sabemos da qualidade do time deles. Eles tem uma equipe aguerrida, que nunca desiste do jogo, tivemos provas disso ao longo da temporada. Do nosso lado, nos preparamos muito bem nessas duas últimas semanas, estamos focados, concentrados, sabendo da nossa responsabilidade nessa semifinal e também cientes do nosso objetivo. Agora é fazer em quadra aquilo que nós treinamos durante toda a temporada. Chegou a hora que realmente conta, que é boa de jogar. Todo nosso elenco está muito empolgado e motivado para essas semifinais”, disse o levantador Bruno Rezende.

Para o experiente camisa 1, disputar a fase final dentro da “bolha” em Saquarema não é o ideal, mas dado o atual momento excepcional causado pela pandemia, é a melhor solução. “Estar na bolha é bom, primeiro pela segurança. É algo que a gente queria que acontecesse para que atletas e todos os envolvidos possam trabalhar em segurança e para que a Superliga pudesse chegar ao final. Outro ponto positivo é que entramos agora em um ‘modo apneia’, vivendo voleibol 24 horas por dia, mergulhados nessa fase decisiva. Esperamos, claro, chegar às finais e brigar pelo título. Sabemos que esses playoffs são duríssimos, temos que dar um passo de cada vez. Mas a concentração está alta e queremos chegar nesse objetivo que não é só nosso, dos atletas, mas sim da cidade de Taubaté como um todo, que apoia esse clube e torce muito por nós.”

Campanhas e retrospecto

O EMS Taubaté Funvic chega às semifinais da Superliga 2020/21 com uma campanha geral de 22 vitórias e 3 derrotas, em 25 jogos disputados.

Na primeira fase, o time taubateano terminou como vice-líder, somando 58 pontos. Nas quartas de final, a equipe passou pelo América Vôlei (MG), fazendo dois a um na série melhor de três.

O Vôlei Renata chegou às semifinais depois de terminar a fase de classificação na terceira posição, com 51 pontos ganhos. O time campineiro tem uma campanha geral de 19 vitórias e 5 derrotas. Nas quartas de final, o time passou pelo Azulim/Gabarito/Uberlândia (MG), em dois jogos a zero (3×2/3×2).

O confronto entre EMS Taubaté Funvic e Vôlei Renata foi marcado por equilíbrio, mas o time taubateano tem vantagem nos confrontos da temporada 2020/2021. Foram seis encontros entre os dois times paulistas, onde o Taubaté levou a melhor em quatro jogos: na primeira fase do Campeonato Paulista, na semifinal da Copa Brasil, e nos dois jogos válidos pela primeira fase da Superliga Banco do Brasil. O Vôlei Renata venceu os dois jogos válidos pelas finais do Campeonato Paulista 2020.

O EMS Taubaté Funvic é o último Campeão da Superliga Masculina de Vôlei, tendo levantado o inédito troféu de campeão nacional na temporada 2018/2019. Na temporada 2019/2020, a competição foi paralisada por conta da pandemia de COVID, e foi encerrada sem um campeão.

A outra semifinal será disputada entre o Minas Tênis Clube (MG) e o Vôlei UM Itapetininga (SP). O primeiro encontro entre mineiros e paulistas será também nesta quarta-feira (07/04), às 16h30, com transmissão do SporTV 2.

O adversário

Sobre o Campinas, confira o material divulgado pela assessoria de Imprensa do time.

O Vôlei Renata quer ir além. No ano em que faz a melhor campanha de sua história, o time campineiro começa a busca por uma vaga na decisão da Superliga Banco do Brasil. Nesta quarta-feira (07), às 19 horas, os comandados do técnico Horácio Dileo iniciam a série semifinal contra EMS Taubaté Funvic, no Centro de Desenvolvimento do Voleibol (CDV), em Saquarema. O duelo terá transmissão do Sportv 2.

Dono da terceira melhor campanha da primeira fase, com 17 vitórias em 22 jogos, e aproveitamento de 77% dos pontos, o Vôlei Renata chega às semifinais depois de ter passado por Uberlândia com duas vitórias em dois jogos nas quartas-de-final. O bom retrospecto na reta final da primeira fase e a classificação nos playoffs ampliaram o bom momento dos campineiros na temporada. São sete vitórias nos últimos oito jogos.

Depois de duas semanas de preparação intensa, os campineiros voltam à quadra para iniciar a busca por uma vaga na final

“Chegamos muito bem para essa semifinal. Trabalhamos duro nas últimas semanas, com intensidade e treinos em ótimo nível. Conseguimos recuperar todos os jogadores e vamos com tudo buscar essa classificação. Do outro lado, temos um adversário duro, mas estamos focados em dar nosso melhor”, comenta o capitão e levantador Demian González.

As equipes são velhas conhecidas na temporada. O Vôlei Renata encarou o Taubaté seis vezes, entre Campeonato Paulista, Copa Brasil e Superliga. Independente da competição, as equipes fizeram jogos equilibrados, decididos no tiebreak em três oportunidades.

“Esperamos mais um jogo muito duro. São times que se conhecem, se estudam há meses e sempre fazem jogos equilibrados. Taubaté conta com grandes jogadores, um time qualificado e com inúmeras qualidades, mas nós também temos qualidade, nossas virtudes. Precisamos manter a concentração em 100% do tempo durante o jogo e saber aguentar os momentos difíceis que vamos enfrentar”, pontua González.

“Vamos entrar com o respeito que a gente tem por todos os rivais. Taubaté é um time muito qualificado, com uma comissão técnica de muita competência. Estamos cientes do desafio que vamos ter, mas vamos firmes, seguros do que a gente quer e onde queremos chegar. Será um jogo muito difícil para os dois e definido nos detalhes”, acrescenta Dileo.

O segundo duelo entre as equipes acontecerá no sábado (10), às 21h30, novamente no CDV. Se necessário, o terceiro encontro será no dia 12, no mesmo horário e local.

Os times

No jogo mais recente, o técnico Javier Weber armou a formação inicial do Taubaté com: Bruninho Rezende, Maurício Souza, Douglas Souza, Maurício Borges, Lucão, Felipe Roque e o líbero Thales. Começaram no banco: Rapha, Bruno Biella, Vitor Yudi, Gabriel Cândido, João Raphael, João Franck e Riad.

O Campinas, do técnico Horácio Dileo, poderá entrar com: González, Vissotto, Temponi, Vaccari, Barreto, Michel e o líbero Renan. Entre as opções de banco, ficariam: Cristiano, Melqui, Angellus e Pedrinho.

A tabela

Primeira rodada

07.04 (quarta-feira) – Vôlei UM Itapetininga (SP) x Minas Tênis Clube (MG), às 16h30, no CDV – Sportv 2

07.04 (quarta-feira) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 19h, no CDV – Sportv 2

Segunda rodada

10.04 (sábado) – Minas Tênis Clube (MG) x Vôlei UM Itapetininga (SP), às 19h, no CDV – Sportv 2

10.04 (sábado) – Vôlei Renata (SP) x EMS Taubaté Funvic (SP), às 21h30, no CDV – Sportv 2

Terceira rodada (se necessária)

12.04 (segunda-feira) – Vôlei UM Itapetininga (SP) x Minas Tênis Clube (MG), às 19h, no CDV – Sportv 2

12.04 (segunda-feira) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 21h30, no CDV – Sportv 2

Matheus Gentil/Agência MaxxSports
 Matheus Gentil/Agência MaxxSports
Felipe Roque atacando e Thales Hoss acompanhando em lance de um dos jogos do Taubaté


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jogando Juntos, em Regional

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.