Alunos

Análise de “Sour” e o sucesso eminente de Olivia Rodrigo

Um álbum brilhante e a prova de que Olivia Rodrigo não é dona de somente um hit

Bruna Mota (Arquivo Pessoal )

Escrito por Bruna Mota de Paula | Colégio Embraer

24 MAI 2021 - 10H20

Foto: Reprodução Capa álbum (Foto: Reprodução)

Nascida no dia 20 de fevereiro de 2003, Olivia Rodrigo é uma garota estadunidense que arrancou os olhares de praticamente todos os grupos sociais relacionados a música, cinema e redes sociais nos últimos tempos. A atriz, cantora e compositora está inserida no mundo das artes desde os seis anos de idade em peças e concursos de talento, até que no ano de 2015 interpretou a personagem principal no filme “ An American Girl: Grace Stirs Up Sucess” e no ano seguinte, uma das protagonistas da série produzida pela Disney Channel “Bizaardvark”.

Entretanto, foi apenas em 2019 que a vida da garota realmente virou de ponta cabeça, ao ser escalada como protagonista na série “High School Musical: The Musical The Series”, trama que contava com fatores que poderiam transformá-la em um grande sucesso ou um fracasso, entre eles: a estreia da série em um streaming totalmente novo na época, o Disney+ e sua proposta como "paráfrase" da grande trilogia dos anos 2000, High School Musical.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução


É importante ressaltar que durante a realização da série, Olivia contribuiu para a trilha sonora com a composição e performance da música “All I want” que chegou no top hot 100 das paradas da Billboard, ou seja, já abriu espaço para ela criar seu espaço no mundo da música.

Em janeiro de 2021, Olivia publicou seu primeiro single “Drivers license” nas plataformas digitais e por se tratar de uma música com melodia romântica, um clipe muito bem produzido e uma letra que retrata os sentimentos de uma adolescente com o coração partido, “Drivers license” era só o que todas as redes sociais falavam durante janeiro e Olivia virou um fenômeno. A música ficou em 1º lugar na parada Billboard, obteve o título de single número 1 em praticamente todos os streamings, e atualmente, contém mais de 200 milhões de views no youtube.

Muitos atribuem uma parte do grande sucesso da música, pelos rumores de um possível "triângulo amoroso” entre Olivia, Joshua Basset (seu par romântico da série de High School Musical) e a atriz e cantora Sabrina Carpenter, mas nada foi confirmado até os dias atuais.


Meses depois, Olivia lançou mais duas músicas, “Deja Vu” e “Good 4 U” juntamente com o anúncio do lançamento de seu primeiro álbum “Sour”. Nas músicas, Olivia optou por estilos e propostas diferentes sendo “Deja Vu” com um estilo menos melancólico e “Good 4 u” carregado de referências, estética e melodia de um rock dos anos 2000.

Sexta-feira (21), Olivia lançou seu primeiro álbum denominado “Sour” (em português, ácido), que contém onze faixas, compostas pela própria cantora em parceria com a Geffen Records.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução


A princípio uma grande parte dos ouvintes pensavam que o álbum teria, além das milhares de referências a outros artistas, uma inspiração na proposta do álbum “Lemonade” de Beyoncé em que a artista descreve as etapas dos sentimentos, após um possível término e traição (no caso de Olivia, um término adolescente) por meio das músicas. Mas não foi esse o caminho que a artista seguiu. Pelo contrário, Olivia decidiu fazer jogos com as nomeações de cada canção, para os fãs ficarem cada vez mais atentos aos pequenos detalhes.

Um exemplo a ser citado é a música “Brutal” (brutal) que apesar do nome, é iniciada por uma melodia orquestrada, deixando o ouvinte confuso com a relação do nome e música, até que Olívia fala “I wanna get messy” (quero bagunçar isso) e então a música segue um lado mais próximo ao rock.

Por fim, acredito que a artista fez um ótimo trabalho, utilizando de diversos estilos e tons musicais e conseguiu, por meio das letras, criar uma belíssima obra que faz com que os ouvintes, mesmo não tendo passado por situações parecidas, se identifiquem com as músicas, garantindo assim, o sucesso do álbum.

Alguns críticos acreditam que Olívia é o novo hit musical e tem chances até de concorrer ao Grammys 2022 com “Sour” e “Drivers License”.

Com supervisão de Giovana Colela, jornalista do Meon Jovem. 

Escrito por
Bruna Mota (Arquivo Pessoal )
Bruna Mota de Paula | Colégio Embraer

Aluna do 3° ano do Ensino Médio do Colégio Embraer - Juarez Wanderley, em São José dos Campos

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.