Alunos

Ifood oferece capacitação de primeiros socorros a entregadores

Projeto Anjos de Capacete acontece em capitais e promete expandir para mais cidades

Ryan

Escrito por Ryan Ribeiro

07 OUT 2021 - 08H59 (Atualizada em 07 OUT 2021 - 09H17)

Divulgação: Ifood Entregadores ifood (Divulgação: Ifood)

Com certeza você já pediu um delivery, seja ele por whatsapp ou um aplicativo próprio para isso, como o Ifood. Para o pedido chegar até a sua casa, ele passa por várias pessoas, uma delas é o entregador. Ele pega o pedido no estabelecimento e leva até você.

Nesse caminho, o entregador tem que ter muita atenção para que ele e o seu pedido cheguem bem ao local. E pensando em todo esse cuidado que eles têm que ter, o Ifood criou um projeto de capacitação dos entregadores em prevenção de acidentes, segurança no trânsito e primeiros socorros.

O projeto Anjos de Capacete acontece por meio de parcerias público-privadas com a empresa e prefeituras. De acordo com o Ifood, até o momento, 278 entregadores já foram treinados.

Nenhuma das cidades da RMVale recebeu o projeto ainda, mas a empresa pretende expandir para outras prefeituras, já que ainda está em poucas capitais.

Toda a parte teórica é oferecida online, pela plataforma própria da empresa. Já a parte prática, é dada presencialmente por agentes do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e da Secretária de Mobilidade da cidade.

Divulgação: Ifood
Divulgação: Ifood


Para incentivar a participação dos entregadores, a empresa entrega brindes. Para os motociclistas, é entregue um kit com jaqueta, capacete, antena corta-pipa e kit de primeiros socorros. Já para os ciclistas, é entregue um kit com camiseta, squeeze, corta-vento, suporte de bicicleta, capacete e um kit de primeiros socorros.

Em entrevista a equipe do Ifood contou que: "A ideia é ensinar técnicas de primeiros socorros, direção segura e cuidados essenciais para uma boa segurança viária, habilitando os entregadores para se tornarem multiplicadores do aprendizado e atuarem de forma voluntária no dia a dia da cidade. Após a formação, os participantes receberão um certificado e equipamentos como kit de primeiros socorros, jaqueta e, ainda, um capacete branco, o que lhes permitirá serem facilmente identificados nas ruas. Ao se tornarem oficialmente “anjos de capacete”, poderão eventualmente atuar nos primeiros socorros prévios ao atendimento do SAMU."

De acordo com a empresa, eles já têm conversas iniciadas com mais outras 10 capitais brasileiras para expandir o projeto.

Com supervisão de Yeda Vasconcelos, jornalista do Meon Jovem. 




Escrito por
Ryan
Ryan Ribeiro

9º ano do Ensino Fundamental - Fundhas - São José dos Campos

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.