Por Conteúdo Estadão Em Noticias

Ato contra Bolsonaro lota centro do Rio; manifestantes pedem vacina

Milhares de manifestantes percorreram algumas das principais vias do centro do Rio de Janeiro neste sábado, 29, num protesto contra o presidente Jair Bolsonaro. O movimento integrou uma série de manifestações convocadas País afora contra o governo federal.

No Rio, o ato teve início às 10h, no Monumento Zumbi dos Palmares, e a multidão interditou parcialmente a Avenida Presidente Vargas, na região central da capital fluminense, segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio. Policiais militares e guardas municipais acompanharam o deslocamento do protesto, enquanto agentes de trânsito orientavam o trânsito na região.

Os participantes do ato usavam máscaras de proteção e procuravam manter distanciamento social durante a marcha. Os manifestantes carregavam bandeiras e cartazes pedindo o impeachment de Bolsonaro e culpando o governo pelo descontrole da pandemia no Brasil, que já provocou mais de 450 mil mortes. O protesto também exigia vacinação em massa da população contra a covid-19 e a retomada do pagamento de auxílio emergencial de R$ 600.

Procurada pela reportagem, a Polícia Militar não informou a estimativa de público presente e ressaltou "que não é mais de responsabilidade da Corporação o cálculo de estimativa/presença de público em manifestações".

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.