Brasil

Black Friday: Quais compras você deve priorizar?

Procon emite lista de 78 sites a serem evitados

Escrito por Meon

24 NOV 2023 - 09H09 (Atualizada em 24 NOV 2023 - 09H19)

Divulgação

A Black Friday, um dos principais eventos comerciais do ano envolve descontos e promoções oferecidos pelas lojas, acontece nesta sexta-feira (24).

+ Leia mais notícias do Brasil

+ Receba as notícias do Meon pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/GrkfVyt9TgB5kzD9FiFMzi

Mas, antes de comprar, especialistas enfatizam a importância de se preparar para evitar compras por impulso influenciadas por descontos, os quais nem sempre são significativos e, em certas circunstâncias, podem resultar apenas em endividamento para o consumidor.

É crucial ter clareza sobre o que pretende adquirir, priorizando itens essenciais e necessários, evitando compras impulsivas. Para isso, é essencial monitorar o preço dos produtos desejados nas semanas que antecedem a data.

No entanto, segundo a especialista em finanças Luciana Ikedo, fazer compras durante essa época requer mais do que apenas disposição para gastar. Ikedo oferece dicas para garantir que o consumidor tire máximo proveito do evento sem prejudicar sua saúde financeira.

Para a especialista, o ideal é possuir uma reserva financeira para adquirir o produto desejado, sempre avaliando as condições de pagamento: se o desconto à vista é maior, se há parcelamento, etc. “O mais importante é que a compra seja realizada de forma consciente e que caiba no orçamento.”, defende.

“Utilize sites que monitoram os preços, eles costumam ter históricos de até seis meses do preço dos produtos, o que vai permitir que você consiga distinguir fraudes, das promoções verdadeiras”, defende Ikedo.

Desconfiar de descontos muito acima da média e da realidade e, em caso de compras online, ficar muito atento à veracidade do site em questão para não cair em golpes, páginas falsas que imitam as originais com objetivo de roubar dados de compras dos consumidores.

Onde não comprar

A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP) listou 78 sites que devem ser evitados para compras online, 13 deles ainda estão no ar. Os nomes fazem parte da seção Evite esses Sites, feita após procedimentos internos que envolvem a pesquisa e a tentativa de contato com as empresas reclamadas. O alerta chama atenção especialmente no período de promoções da Black Friday.

A lista é composta por empresas que já tenham reclamações contra elas e se enquadrem nas condições de não responderem às notificações ou não resolverem os problemas dos consumidores. Quando essas situações são verificadas, o Procon-SP busca o CNPJ da empresa e faz várias tentativas de contato, por e-mail, telefone e outro canal que seja possível identificar. Só então o site passa a compor a seção.

Orientações

O Procon-SP orienta que, antes de comprar, o consumidor verifique se o perfil ou o site possui reclamações. Um dos sinais de alerta é observar se a plataforma tem comentários de outros consumidores. Caso não tenha, é importante desconfiar. Preços baixos demais também podem ser uma armadilha. Outra dica é dar preferência a fornecedores que informem canais de atendimento, CNPJ e endereço físico.

Também é importante ficar atento à forma como se chega ao fornecedor. Nesse sentido, o consumidor não deve clicar em links enviados por e-mail, WhatsApp ou mensagens, sem antes checar no canal oficial do fornecedor se aquela forma de contato está correta.

Para fazer o pagamento com segurança, é fundamental conferir sempre os dados da empresa em boletos e a titularidade de contas para depósito, entre outras informações.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...