Brasil

EUA eliminam entrevista para alguns vistos em 2024

Regra vale até o final do ano

Escrito por Meon

11 JAN 2024 - 16H30

Divulgação

O governo dos Estados Unidos prorrogou, até 2024, a regulamentação que autoriza consulados e embaixadas a dispensarem entrevistas presenciais para a emissão ou renovação de determinados tipos de vistos. Essa norma, divulgada pelo Departamento de Estado americano no final de dezembro, permanecerá em vigor até o final do ano.

+ Leia mais notícias do Brasil

+ Receba as notícias pelo Canal do Meon no WhatsApp: https://whatsapp.com/channel/0029Va4C1AI3wtbCKopZhZ3E

A principal finalidade dessa medida, implementada desde o início da pandemia, é mitigar a longa espera nos postos consulares ao redor do mundo, devido ao aumento da demanda por vistos americanos.

Em 2024, portadores de vistos americanos não imigratórios, os quais não conferem residência permanente, poderão renová-los sem a necessidade de uma entrevista consular, desde que o documento não tenha expirado há mais de 48 meses. Essa regra se aplica, por exemplo, ao visto de turismo e negócios (B1/B2), responsável por mais de 90% das emissões para brasileiros.

No caso de solicitação de um novo visto, estrangeiros também podem ser dispensados da entrevista presencial se já possuírem um visto imigratório dos EUA que não seja o B1/B2 e esse visto não esteja vencido há mais de 48 meses.

Rodrigo Costa, CEO da Viva América, empresa especializada em serviços imigratórios, explica que, de acordo com a nova regra do Departamento de Estado, a entrevista consular é obrigatória para aqueles que estão obtendo o visto pela primeira vez, com exceção do visto H-2, destinado a trabalhadores temporários na agricultura ou em áreas com demanda sazonal.

Costa ressalta que, para serem elegíveis à isenção da entrevista, os candidatos devem solicitar o visto em seu país de residência, não podem ter histórico de visto negado, a menos que a negativa tenha sido posteriormente superada com uma aprovação ou anulação a critério do governo americano. Além disso, se houver alguma razão aparente de inelegibilidade, a autoridade consular pode, discricionariamente, exigir a realização da entrevista.

Em relação às filas de espera no Brasil, em 2022 e 2023, houve sucessivos recordes nos consulados e na Embaixada dos EUA. No entanto, medidas como a contratação de novos funcionários e atendimentos aos sábados foram implementadas, resultando em uma redução significativa no tempo de espera. De acordo com o Viva América, o tempo médio para conseguir uma entrevista consular em São Paulo é atualmente de oito dias, e a média nos cinco postos diplomáticos é de 36,4 dias, a mais baixa desde novembro de 2022. Costa expressa otimismo quanto à continuidade dessa tendência ao longo de 2024.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...