Brasil

BNDES anuncia financiamento para exportação de 39 aeronaves da Embraer

Contratos totalizam mais de R$ 7 bilhões

Escrito por Meon

03 JAN 2024 - 18H30 (Atualizada em 03 JAN 2024 - 18H36)

Divulgação

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) planeja financiar cerca de R$ 6 bilhões para a exportação de mais 39 aeronaves da Embraer. Três contratos distintos foram estabelecidos com a Skywest Airlines, a American Airlines e a Azorra Aviation Holdings LLC, totalizando mais de R$ 7 bilhões em exportação de bens de alta tecnologia e alto valor agregado. A divulgação dessa informação ocorreu nesta terça (02), por parte do banco.

+ Leia mais notícias do Brasil

+ Receba as notícias pelo Canal do Meon no WhatsApp: https://whatsapp.com/channel/0029Va4C1AI3wtbCKopZhZ3E

Aloizio Mercadante, presidente da instituição, destaca a importância do financiamento para as exportações das aeronaves da Embraer, considerando-o fundamental para o Brasil. Ele afirma que o BNDES busca proporcionar condições que assegurem igualdade de competitividade aos exportadores brasileiros no mercado internacional, contribuindo assim para a geração de empregos e renda no país.

O presidente da Embraer, Francisco Gomes Neto, enfatiza a relação sólida e de longo prazo entre a empresa e o BNDES. Ele salienta que o apoio recebido para a exportação das aeronaves é crucial para consolidar o crescimento e ampliar a presença global da Embraer. Gomes Neto ressalta ainda que a atuação do BNDES não beneficia apenas a empresa, mas também contribui para a geração de milhares de empregos qualificados no Brasil, além do aumento nas exportações de produtos de alto valor agregado.

Os contratos incluem a exportação de dez jatos E-175 para a SkyWest Airlines, até 11 jatos E-175 para a American Airlines, e a venda de até 18 jatos dos modelos E-195-E2 e E-190-E2 para a Azorra Aviation Holdings LLC. O BNDES destaca que, somente em 2023, foram aprovadas sete operações de financiamento à exportação da Embraer, totalizando 67 aviões comerciais, com financiamento de até R$ 10 bilhões e entregas previstas até 2025.

O banco ressalta que tais operações são estratégicas, promovendo o desenvolvimento da indústria nacional de bens tecnológicos, mantendo empregos qualificados e gerando divisas importantes para a economia brasileira. Desde 1997, o BNDES financiou aproximadamente US$ 25,6 bilhões para a exportação de 1,3 mil aeronaves da Embraer, contribuindo para a competitividade da empresa no mercado internacional em igualdade de condições com seus concorrentes. O apoio do banco complementa o financiamento proveniente do mercado privado.

No que diz respeito às operações recentemente aprovadas, duas delas (American Airlines e Azorra) contaram com o Seguro de Crédito à Exportação (SCE) lastreado no Fundo Garantidor de Exportação (FGE), que recolherá aproximadamente R$ 300 milhões em novos prêmios de seguro para o fundo. O FGE, vinculado ao Ministério da Fazenda, tem a finalidade de dar cobertura às garantias prestadas pela União nas operações do SCE.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...