Brasil

Saiba como escolher aeronave particular para lazer ou serviço

Entenda porque o táxi aéreo é mais seguro

Escrito por Meon

10 JAN 2024 - 12H47 (Atualizada em 10 JAN 2024 - 16H49)

Reprodução

Os recentes acidentes aeronáuticos envolvendo alguns operadores aéreos colocaram em evidência se é seguro voar em helicópteros, sejam em voos a lazer ou serviço.

+ Leia mais notícias do Brasil

+ Receba as notícias pelo Canal do Meon no WhatsApp: https://whatsapp.com/channel/0029Va4C1AI3wtbCKopZhZ3E

É importante destacar que existem dois tipos de operadores: privados e públicos. Os privados são aqueles que possuem aeronaves particulares e não podem realizar fretamento. Já os públicos são aqueles conhecidos como táxi aéreo e podem realizar fretamento de aeronaves.

Segundo Edson da Silva, Diretor de Segurança Operacional da High Class, que se encaixa no setor de táxi aéreo, "a empresa teve de cumprir todos os requisitos para obtenção e manutenção de seu certificado de operador e aprovação das especificações operativas". Também mantém um programa de treinamento de tripulantes (pilotos), cumpre todos os requisitos de aeronavegabilidade (manutenção preventiva e reativa de aeronaves), possui um programa de segurança operacional (prevenção de acidentes e gestão de riscos) e mantém um programa de qualificação para os demais colaboradores. Auditorias e inspeções regulares da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) devem ser realizadas.

É fundamental para se estabelecer no mercado, a contratação de profissionais de voo (pilotos), de manutenção (engenheiros e mecânicos), administrativos (comercial, vendas, atendimento), e gestores executivos (GSO, Operações), além de cargos executivos, como o de Gerente de Segurança Operacional ou Gerente de Operações, que devem ter aprovação da ANAC.

Estatísticas comprovam que empresas de táxi aéreo sofrem menos acidentes que os operadores privados. Como exemplo, nos últimos 10 anos houve 61 acidentes aeronáuticos com aeronaves R44.

Reprodução
Reprodução
Gráfico


Ao se comparar os números registrados pelo CENIPA (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), apenas 8 acidentes com helicópteros R44 de empresas de Táxi Aéreo foram registrados, com apenas 2 (duas) fatalidades.

Reprodução
Reprodução
Gráfico


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...