Brasil

Veja os candidatos que estão liderando a eleição para a presidência da Câmara e do Senado

Levantamento feito pela imprensa mostra uma prévia de como será a votação no dia 1º de fevereiro

Escrito por Andressa Lorenzetti

28 JAN 2021 - 18H01

A poucos dias da votação para definir os próximos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, que será no dia 1º de fevereiro, os candidatos governistas estariam liderando.

Na Câmara para ser eleito são necessários maioria simples de 257 votos. Arthur Lira (PP-AL) tem 208 votos previamente declarados, enquanto Baleia Rossi (MDB-SP) aparece com 126.

Cerca de 155 deputados não responderam ao levantamento e 24 votam em outros candidatos.

O deputado Eduardo Cury (PSDB-SP) informou ao Portal Meon que o partido dele faz parte do bloco do candidato Baleia Rossi. Também procurados pela nossa reportagem, os deputados federais Milton Vieira (Republicanos-SP) e Márcio Alvino (PL-SP), não informaram por enquanto em quem pretendem votar.

Já no Senado, a disputa está mais apertada, Rodrigo Pacheco (DEM-AL) tem 33 votos e Simone Tebet (MDB-MS) está com 27. O total de apoios necessários para vencer é de 41 votos.

Segundo o levantamento feito pela imprensa, 19 candidatos não responderam em quem votam e apenas 2 disseram votar em outros candidatos.

O Portal Meon falou com o senador José Serra (PSDB-SP) sobre a votação. Em entrevista, ele disse que vota na senadora Simone Tebet e que foi um dos primeiros a declarar apoio à candidatura dela. "Vejo na Simone o perfil adequado para que o Senado fortaleça, exerça com maior vigor o seu papel de casa revisora, trabalhe com independência e com respeito à harmonia entre os poderes."

A senadora Mara Gribilli (PSDB-SP) disse que não tem nada contra Rodrigo Pacheco, mas que precisam de independência. "Não podemos apoiar um candidato defendido por um presidente autoritário, negacionista e que constantemente flerta com o fim da democracia. O melhor nome hoje é Simone Tebet. Ela representa independência e tem capacidade de diálogo, além de valorizar a força da mulher na política."

Já o senador Major Olímpio (PSL-SP) declarou pelo Twitter, que continua candidato e que está vendo "dissidências dos partidos, com vários senadores que não querem votar no senadores Rodrigo Pacheco e Simone Tebet".     

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Andressa Lorenzetti, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...