Por Conteúdo Estadão Em Mundo

China acusa EUA de manipulação política por abrir investigação sobre coronavírus

O Ministério das Relações Exteriores da China chamou de "manipulação política" os esforços dos Estados Unidos para intensificar as investigações sobre a origem do coronavírus. Sem citar o presidente norte-americano, Joe Biden, nominalmente, o porta-voz do ministério, Zhao Lijia, aludiu ao comunicado do democrata na quarta-feira em que pede que as agências de inteligência realizem em até 90 dias um relatório com conclusões a respeito das apurações sobre o início da covid-19.

O tema voltou a gerar debate nos últimos dias, depois que uma reportagem do jornal The Wall Street Journal noticiou que três pesquisadores em um laboratório de Wuhan - epicentro inicial da epidemia - buscaram cuidados médicos em novembro de 2019, antes da confirmação dos primeiros casos oficiais.

Para Zhao Lijia, os americanos exploram o assunto para desferir "ataques" contra os chineses, "ao mesmo tempo que ignora totalmente as dúvidas sobre o trabalho de rastreamento de origem e o fracasso da resposta à pandemia nos EUA". O porta-voz também acusou o país rival de estar "obcecado" com a teoria de que o coronavírus surgiu em um laboratório.

Zhao Lijia lembrou que, no início deste ano, uma missão de especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) esteve em Wuhan para apurar a questão e, segundo ele, tirou "muitas conclusões significativas". O porta-voz afirmou que os americanos deveriam convidar a OMS para os EUA a fim de investigar "inexplicáveis surtos" de doenças respiratórias na Virgínia, em julho de 2019, e no Wisconsin.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.