Por Conteúdo Estadão Em Mundo

Correção: Biden celebra 'maior aceleração econômica em 40 anos' após vacinação

A nota enviada na última sexta-feira (28) trazia uma incorreção no segundo parágrafo. O menor número de novos casos diários de covid-19 nos EUA no fim de semana anterior à publicação da nota foi de 22,2 mil, e não de 2,8 mil, como constava. Segue, abaixo, a versão corrigida:

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, celebrou o avanço do país na vacinação contra a covid-19, durante discurso a estudantes na cidade de Alexandria, no Estado da Virginia. "Em todo o país, passamos da dor e da estagnação de um longo inverno para uma economia em movimento, crescendo mais rápido do que nos últimos quase 40 anos", destacou Biden, creditando a aceleração econômica ao programa de imunização.

De acordo com ele, a média diária de casos contra a covid-19 se reduziu para cerca de 22,2 mil no fim de semana anterior à sua fala (dias 22 e 23). O presidente dos EUA também ressaltou que dez Estados norte-americanos já alcançaram a meta de vacinar ao menos 70% da população com duas doses. O objetivo da administração Biden é atingir a mesma taxa de imunizados a nível nacional até 4 de julho, dia em que se comemora a Independência americana.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.