RMVale

Acusados de matar e roubar mãe e filha em Cachoeira Paulista têm pena aumentada

Ambos foram condenados a mais de 50 anos de prisão

Escrito por Samuel Strazzer

09 FEV 2021 - 18H48 (Atualizada em 09 FEV 2021 - 19H00)

Divulgação/TJ Tribunal_de_Justiça_de_São_Paulo_02 (Divulgação/TJ)

Dois acusados, sendo um homem e uma mulher, de cometer o crime de latrocínio (roubo seguido de morte) contra mãe e filha na cidade de Cachoeira Paulista tiveram a pela aumentada.

O Ministério Público informou, nesta terça-feira (9), que solicitou o aumento da pena e a Justiça deu parecer positivo. Em primeira instância, a mulher acusada havia sido condenada a 32 anos e o homem a 34 anos de prisão. Em segunda instância, a pena foi aumentada para 56 e 50 anos, respectivamente.

Segundo MP, o crime aconteceu em julho de 2017 em Cachoeira Paulista. Os réus teriam invadido a casa e atacado as vítimas com golpes de faca. Depois do homicídio, os acusados teriam roubado dinheiro, roupas, uma bicicleta e celulares.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Samuel Strazzer, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.