RMVale

Cuidado! "Melzinho do Amor" pode não ser 100% natural

Anvisa e Polícia investigam a incorporação de sildenafil, um dos componentes do Viagra, ao produto

Escrito por Gabriel Campoy

23 MAI 2021 - 19H11 (Atualizada em 23 MAI 2021 - 19H30)

Reprodução/RICTV Melzinho do amor (Reprodução/RICTV)

Uma nova moda entre os jovens brasileiros entrou no radar da Anvisa e já está movimentando a polícia. O  chamado "Melzinho do amor", que é vendido como produto natural, pode estar tendo, em alguns casos, seu conteúdo alterado por sildenafil, substância utilizada no estimulante sexual Viagra.

Na internet, são inúmeros os sites de venda que estão oferecendo o produto, inclusive em redes sociais como Facebook e o Instagram.

As dúvidas em relação aos verdadeiros componentes do produto começou a algumas semanas. O mel, assim como grande maioria de produtos importados à venda, não possui autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser comercializado no Brasil, o que pode configurar crime.

No Rio de Janeiro, na última sexta-feira (21), um homem foi preso pela 12ª DP (Copacabana) vendendo o tal “melzinho”.

Vários famosos já fizeram propaganda do "melzinho" como o ex-jogador Vampeta e o comediante Sérgio Mallandro. O produto, inclusive, chegou a virar um funk composto e gravado pelo músico pelo MC Di Magrinho.

No momento, a Anvisa afirma que já está tomando providências, além de alertar sobre os perigos que o consumo desse tipo de produto pode ter.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Gabriel Campoy, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.