RMVale

Embraer divulga entrega 181 jatos em 2023

Total anual de pedidos foi de 18,7 bilhões de dólares

Escrito por Meon

31 JAN 2024 - 10H55 (Atualizada em 31 JAN 2024 - 13H55)

Divulgação

A Embraer divulgou, na tarde desta terça-feira (30), que entregou 181 aviões em 2023. O que representa uma alta de 13% na comparação com 2022, quando a companhia entregou 160.

+ Leia mais notícias da RMVale

+ Receba as notícias pelo Canal do Meon no WhatsApp

A carteira de pedidos firmes cresceu em 1,2 bilhão de dólares na comparação anual. O total anual foi de 18,7 bilhões de dólares em 2023. Segundo a empresa, é o maior volume registrado desde o 1º trimestre de 2018.

A Aviação Executiva manteve o forte desempenho de vendas com alta demanda por todo o seu portfólio e grande aceitação tanto por parte de clientes privados como operadores de frotas. As 74 entregas de jatos leves em 2023 foram 12% superiores em relação a 2022 e o maior volume em 7 anos. Além disso, as 41 entregas de jatos médios também representaram uma alta de 2 dígitos no ano, de 14%.

Em Defesa & Segurança, o principal destaque veio da Coreia do Sul, com a vitória do C-390 Millennium no programa Large Transport Aircraft (LTA) II, processo de licitação pública para fornecimento de novas aeronaves de transporte militar ao país. A Coreia do Sul é o primeiro cliente do C-390 Millennium na Ásia. Além disso, no final do ano passado, o primeiro KC-390 Millenium na configuração da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) entrou em serviço para a Força Aérea Portuguesa.

A aeronave também foi selecionada pela Áustria e pela República Tcheca em 2023 e pela Holanda em 2022. As negociações envolvendo as 11 aeronaves ainda não foram incorporadas ao backlog da Embraer Defesa & Segurança e apresentam um potencial de alta significativa para os próximos trimestres. No 4T23, o backlog da unidade de negócios foi de US$2,5 bilhões, uma alta de US$100 milhões na comparação anual.

Na Aviação Comercial, as entregas da família E-Jets aumentaram 12% na comparação anual, subindo de 57 jatos em 2022 para 64 em 2023, apoiadas por um book-to-bill acima de 1,1:1. As entregas do E2 mais que dobraram e foram o destaque do ano, passando de 19 aeronaves entregues em 2022 para 39 em 2023. O backlog da unidade de negócios chegou a 298 aviões no 4T23 em um total de US$8,8 bilhões, uma alta de US$200 milhões na comparação anual.

A Porter Airlines exerceu seus direitos de compra para fazer um novo pedido firme de 25 jatos E195-E2, que se somam aos 50 já encomendados. A companhia aérea canadense passa a ter um total de 46 pedidos firmes a serem entregues, com 25 direitos de compra remanescentes. Além disso, o backlog inclui agora 4 jatos E175 anteriormente adquiridos pela American Airlines e mais 2 pedidos em dezembro.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...