Por Meon Em RMVale Atualizada em 13 SET 2021 - 14H53

Mestre queijeira de Caçapava ganha medalhas com queijos de lavanda, cerveja e Içá em concurso na França

Um azeite extravirgem de São Bento do Sapucaí também foi premiado em uma competição internacional


Neste domingo (12), uma mestre queijeira de Caçapava ganhou cinco medalhas em um dos principais concursos de queijo do mundo, o Mondial du Fromage et des Produits Laitiers que acontece na cidade de Tours na França.

Camila Almeida, mestre queijeira e proprietária da Fazenda Estância Silvania, teve três de seus queijos premiados: queijo de lavanda e envolto flores comestíveis, queijo com cerveja de macadâmia produzida na Serra da Mantiqueira e queijo recheado com Içá.

Neste final de semana, durante a 5° Edição Mondial du Fromage et des Produits Laitiers, Camila ganhou duas medalhas de Ouro e uma de Bronze com seus queijos e mais duas medalhas de prata com o trabalho de maturadora.

Leia MaisPrefeitura de Taubaté abre concurso público com 71 vagas na área de educaçãoDiocese de São José realiza Segunda Semana Valeparaibana de Estudos Incêndio atinge vegetação na margem da SP-50 em Santo Antônio do PinhalO queijo Primavera Silvania foi o primeiro a levar o ouro. Ele tem a massa prensada e não cozida. Durante seu preparo ele é composto por óleo de lavanda e na maturação é envolto com flores comestíveis.

O segundo ouro foi para o queijo Serrinha Lavado na Cerveja Silvania. Também tem a massa prensada, não cozida, com cerveja artesanal de Macadâmia e 40 dias de maturação. Depois de 15 dias de maturação, a mestre queijeira banha o queiro com a cerveja.

A mais nova criação e aposta de Camila Almeida para o concurso, o queijo Taiada Silvania, levou o bronze. O queijo é de massa prensada, não cozida e tem 60 dias de maturação. O ingrediente principal é a formiga Içá.

"Este queijo criamos apenas para o concurso e colocamos toda nossa representatividade e cultura dentro dele. [...] A iça é uma iguaria brasileira e muito forte na culinária do Vale do Paraíba. O seu consumo vem da cultura indígena", explica Camila.

O Mondial du Fromage et des Produits Laitiers é considerado o concurso de queijo mais importante do mundo. Ao todo, 952 queijos foram inscritos, 200 expositores e 48 países. Mais de 3.000 pessoas visitaram o evento durante três dias.

Azeite extravirgem de São Bento do Sapucaí é premiado em competição internacional

Divulgação
Divulgação
Oliq

O Oliq, azeite extravirgem produzido em São Bento do Sapucaí na Serra da Mantiqueira, conquistou a medalha de prata em uma competição internacional de azeites, o Brazil IOOC (International Olive Oil Competition), que aconteceu nos dias 23 e 24 de agosto no Brasil e em Portugal.

Foi a segunda vez consecutiva que o Oliq conquista um lugar no pódio na competição. Em 2020 foi medalha de ouro e neste ano foi medalha de prata.

O azeite inscrito no IOOC em 2021 foi o “Seleção Serra da Mantiqueira”. O produto tem uma combinação de diferentes variedades de azeitonas. A última safra contou com uma proporção maior da azeitona grappolo, de origem italiana, com iguais proporções das espanholas arbequina e arbosana.

A Brazil IOOC está em sua 3º edição e contou com cerca de 100 amostras de azeites de 10 países diferentes como Brasil, Portugal, Itália e Chile. Os jurados que avaliam os azeites são de três continentes.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.