RMVale

Metrô, CPTM e Sabesp fazem greve em SP

Servidores públicos ganham ponto facultativo nesta terça (28)

Escrito por Meon

28 NOV 2023 - 07H35 (Atualizada em 28 NOV 2023 - 11H53)

metrocptm

Nesta terça-feira (28), começou a greve do Metrô, da CPTM e da Sabesp que pode deixar milhões de passageiros sem acesso ao transporte sobre trilhos e provocar perdas de cerca de R$ 60 milhões ao comércio. Hoje a CPTM está operando com 85% de manutenção e 55% dos maquinistas em meio a greve.

+ Leia mais notícias da RMVale

+ Receba as notícias do Meon pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/GrkfVyt9TgB5kzD9FiFMzi

Desde as primeiras horas da manhã, as equipes diretivas das três empresas estão monitorando a adesão à greve e adotando as medidas de contingência necessárias para minimizar os impactos na prestação dos serviços públicos à população.

Uma das linhas mais utilizadas, como a 1 - Azul, funciona parcialmente, indo de Tiradentes até a Ana Rosa.

No momento, a CPTM e o Metrô operam da seguinte forma:

• 1 Linha azul (Parcial) - Funcionando Tiradentes até Ana Rosa 

• 2 Linha verde (Parcial) - Alto do Ipiranga até Clínicas

• 3 Linha vermelha (Parcial) - Bresser até Santa Cecília 

• 4 Linha amarela - Normal

• 5 Linha lilás - Normal

• 7 Linha rubi (Parcial) - Funcionando de Luz a Caieiras com intervalo de 8 minutos

• 8 Linha diamante - Normal

• 9 Linha esmeralda - Normal

• 10 Linha turquesa (Indefinido) - Brás até Mauá com intervalo de até 10 minutos (das 10h às 15h)

• 11 Linha coral (Parcial) - Luz até Guaianases com intervalo de 6 minutos

• 12 Linha safira (Normal) - Brás até Calmon Viana com intervalo de até 8 minutos

• 13 Linha jade (Normal) - Engenheiro Goulart até Aeroporto de Guarulhos com intervalo de até 30 minutos

• 15 Linha prata (Indefinido) – Fechada

Decisão Judicial

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) decidiu contrariamente à greve anunciada pelos sindicatos e determinou o funcionamento mínimo de 85% do contingente de trabalhadores da CPTM e 80% dos serviços do Metrô nesta terça-feira (28) nos horários de pico. A determinação vale para os períodos das 4h às 10h e 16h às 21h na CPTM e 6h às 9h e das 16h às 18h no Metrô.

Já nos outros horários, o magistrado determinou a operação de 60% nos serviços da CPTM e no Metrô. Caso haja descumprimento, há multas diárias previstas de R$ 600 mil para os sindicatos dos ferroviários e R$ 700 mil para o sindicato dos metroviários.

Para a Sabesp, o contingente mínimo referente a serviços essenciais definido pela Justiça é de 80%, sob pena de multa de R$ 100 mil.

Ônibus

Os ônibus municipais e intermunicipais circulam normalmente nesta terça-feira (28). As linhas metropolitanas gerenciadas pela EMTU funcionarão com intensificação da operação e extensão de itinerário em mais de 30 linhas estratégicas para amenizar os impactos da greve. Além do reforço na quantidade de veículos e aumento de partidas realizadas, as linhas terão seus pontos finais na capital alterados para que os passageiros sigam até as estações que poderão estar funcionando, ou até a conexão com as linhas da SPTrans.

Sabesp

Todos os sistemas de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgotos seguem operando regularmente.

Escolas e creches

A maioria das escolas, tanto municipais quanto estaduais, funcionam sem problemas. Hoje deve ser aplicado o provão paulista, mas será abonado para quem não conseguir chegar a tempo. Até o momento, a escola estadual de Buntatan não terá aula.

As creches funcionam normalmente.

Ponto Facultativo

O Governo de São Paulo determinou ponto facultativo nos serviços públicos estaduais da capital nesta terça-feira (28). O objetivo é reduzir os prejuízos à população, garantindo a remarcação de consultas, exames e demais serviços que estavam agendados para a data da greve. Os serviços de segurança pública não serão afetados, assim como os restaurantes e postos móveis do Bom Prato, que vão continuar a oferecer normalmente as refeições previstas para terça. As consultas em Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) da capital e em outras unidades de saúde estaduais terão seus reagendamentos garantidos, assim como nos postos do Poupatempo. O ponto facultativo não se aplica à Secretaria de Educação em virtude da preparação do Provão Paulista Seriado e da manutenção do calendário escolar.

O governador Tarcísio de Freitas juntamente com os representantes do Metrô, CPTM e Sabesp farão um pronunciamento sobre a greve às 7h30, no Palácio dos Bandeirantes. Haverá também transmissão nas redes oficiais do Governo de SP @governosp.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...