RMVale

Ubatuba registra dois casos de Chikungunya em maio

Casos são de moradores dos bairros Rio Escuro e Lagoinha, ambos na região sul do município

Escrito por Júlia Nascimento

24 MAI 2022 - 10H00 (Atualizada em 24 MAI 2022 - 10H29)

A Prefeitura de Ubatuba, via boletim de arboviroses da Viep (Vigilância Epidemiológica), registrou neste mês dois casos positivos de chikungunya no município, referentes a um morador do bairro Rio Escuro e outro da Lagoinha, ambos na região sul.

De acordo com a prefeitura, ainda há outros dois exames que aguardam resultado.

A Chikungunya é uma doença viral, transmitida pela picada de mosquitos dos gêneros Aedes aegypti e Aedes albopictus, conhecidos por transmitirem a dengue, febre amarela e zika. Os principais sintomas são febre e dores nas articulações.

Para se obter o diagnóstico correto, é preciso procurar uma unidade de saúde para atendimento e coleta de exame.

Combate

Para combater a dengue, zika, febre amarela e chikungunya, a população deve combater os criadouros de mosquitos, mantendo com frequência limpeza de imóveis e caixas d’água; não deixando água parada em pneus, vasos de planta, garrafas ou outros recipientes que possam acumular água e proliferar mosquitos Aedes.

Ainda segundo a Vigilância Epidemiológica, Ubatuba contabiliza, até esta terça-feira (24), 81 casos confirmados de dengue e nenhuma suspeita de zika.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Júlia Nascimento, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.