Social

Freakout – A maior balada de Sanja

Com música para todos os gostos e todas as tribos, casa noturna retorna ao palco de eventos da cidade

Escrito por Meon

18 NOV 2021 - 11H53 (Atualizada em 19 NOV 2021 - 13H09)

Divulgação freakout balada sjc (Divulgação)

Com a fase Retomada Segura, do Plano São Paulo de combate ao novo coronavírus, a Freakout, convenientemente instalada em uma portinha sem numeração na Av. Luis Jacinto, ao lado direito do número 242, ressurge como a maior e mais divertida balada de Sanja.

Com mais de 20 mil seguidores no Facebook e quase 10 mil no Instagram, a casa adaptou-se para receber todas as tribos, exigindo o ‘passaporte sanitário’, comprovante de vacinação com imunização completa (2 doses), uso de máscaras e displayers com álcool gel por todos os ambientes, que foram inclusive reformados e ampliados para receber os frequentadores, que em sua maioria tem verdadeira “adoração” pelo espaço.

O phrasal verb “freak out” aparece bastante em músicas, seriados, filmes, livros, revistas de cultural pop, é uma expressão bastante usada no dia a dia da língua inglesa. Portanto, nada melhor do que aprender o seu significado, não é mesmo? Na concepção da casa pode ser traduzido de várias maneiras, entre entrar em frenesi, enlouquecer ou pirar na pista de dança. É exatamente este sentimento que você terá ao conhecer a Freakout. O Portal Meon teve acesso ao espaço e conferiu que trata-se da “balada” mais múltipla e animada da cidade.

Divulgação
Divulgação
Na próxima sexta-feira (19), casa promove festa “Batidão Tropical”


Sem nenhuma “frescura”, com profissionais qualificados tanto para segurança, quanto o atendimento aos frequentadores, a casa tem preço justo de entrada e os drinks são bons, com carta variada de etílicos: não deixe de experimentar a Taça Freakout, leve e refrescante.

Com capacidade para não mais que 500 pessoas, o clube consegue manter a pista lotada ao escolher a dedo os DJ’s que comandam a festa. A especialidade da casa é o house e o techno alternativo, que tocam em dois ambientes separados. Eis uma balada para se jogar na pista e curtir música de qualidade.

Depois das duas horas da matina. a casa se destina ao funk proibido, que leve literalmente a galera a “frenesi” que Frekout representa. Pensada como reduto LGBTQIA+, mudou completamente a paisagem urbana da cidade, tendo como frequentadores jovens de todas as tribos entre 18 e 35 anos. Impossível não se divertir e surpreender-se com a variedade musical e a pluralidade do público.

Serviço

Sexta e Sábado a partir das 23h.

Estrutura com decoração requintada e climatizada.

Uso obrigatório de máscara e apresentação de passaporte vacinal com imunização completa

Proibido transitar sem máscara.

@freakout

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Social

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.