Por Meon Em Jacareí

Jacareí tem exposição das peças sacras ‘Paulistinhas’

Mostra acontece no MAV - Museu de Antropologia do Vale do Paraíba

artes_sacra_acervo_do_museu_mav_02_05_15

Peças do acervo da exposição de artes sacras 'Paulistinhas'

Foto: Divulgação/PMJ

 

A "Exposição Paulistinhas, uma importante presença no acervo do MAV", foi reaberta ao público na última segunda-feira (6) e estará livre para visitação até o dia 1° de fevereiro. A mostra tem entrada franca, e acontece de segunda a sexta, das 9h às 16h, e aos sábados das 10h às 16h, no Museu de Antropologia do Vale do Paraíba, em Jacareí.

As “Paulistinhas” são imagens sacras populares do Vale do Paraíba, que surgiram para atender as demandas do comércio de imagens, no final do século XVII até o início do século XX.

Feitas em argila branca cinzenta, queimadas em forno à lenha, possuem características muito próprias, tais como quantidade reduzida de cores (branco, azul, vermelho, preto e verde azulado); formato cônico; expressões rígidas; feições “ingênuas”; ocas até quase a cabeça (para facilitar o processo de queima) e, principalmente, na grande maioria, de culto doméstico, por se tratar de imagens feitas para o povo simples de nossa região vale paraibana.

As obras são da curadoria de Geraldo Magela dos Santos, o Magela Borbagatto, artista plástico nascido em Jacareí e que há mais de 25 anos desenvolve seu trabalho voltado para as figuras populares de barro e para a pintura primitivista.

O Museu de Antropologia do Vale do Paraíba fica na rua Quinze de Novembro, número 143, no  Centro de Jacareí.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Jacareí

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.