Alunos

Abril Azul: mês da conscientização sobre o Autismo

Entenda mais sobre o transtorno e a importância da causa autista.

JULIA DE OLIVEIRA (Arquivo Pessoal)

Escrito por Júlia de Oliveira

13 ABR 2021 - 14H15 (Atualizada em 15 ABR 2021 - 10H33)

Site Senado Federal Mês de Conscientização sobre o Autismo (Site Senado Federal)

Como autora desta matéria, gostaria de deixar registrada a experiência que tenho diariamente de ter alguém em minha família, que enquadra-se neste transtorno. Meu irmão de 8 anos, foi diagnosticado, em julho de 2020, com a Síndrome de Asperger, caracterizada dentre os diferentes tipos do Autismo. Desde então, aprendi a ter uma nova visão de mundo, com mais empatia e sempre tentando ver a vida pelo outro lado. Ao estar com ele, diariamente, aprendi diversas coisas para a vida, como: a grande organização, sinceridade, a autenticidade, o quanto são extremamente detalhistas e valorizam pequenas coisas como um simples brinquedo feito à mão.

Em abril é comemorado o mês da Conscientização Mundial do Autismo, conhecido como o Abril Azul. O Autismo, também tratado como Transtorno do Espectro Autista (TEA), reúne uma série de desordens no desenvolvimento neurológico desde o nascimento da criança ou início da infância.

Segundo especialistas do assunto, os autistas podem apresentar déficit na comunicação/interação social e reciprocidade emocional. Tendo fixos neste transtorno: Autismo Infantil Precoce, Autismo Atípico, Autismo de Kanner, Transtorno Desintegrativo da Infância e Síndrome de Asperger.

De acordo com o Manual de Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais (DSM-5), a pessoa que apresenta o transtorno pode manifestar diversos comportamentos incomuns, como por exemplo: movimentos contínuos e repetitivos, interesses fixos, hiperatividade e em alguns casos, atrasos na fala e do desenvolvimento cognitivo.

Em todos os indivíduos que compartilham o modo de vida do Autismo, há uma certa dificuldade de vivência e costumes. Porém, cada um é afetado de formas e imensidades diferentes.

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) afeta o comportamento do indivíduo e os primeiros sinais podem ser notados ainda quando são bebês, sendo que todo este transtorno será levado para o resto da vida, tornando possível apenas o tratamento psicológico para a melhoria de vida.

Pode ser dividido em três fases:

- Alta funcionalidade: o portador apresenta prejuízos leves, que não os impedem de estudar, trabalhar ou se envolver em relacionamentos. Um desses casos é a Síndrome de Asperger;

- Média funcionalidade: tem menor grau de independência e necessita de auxílio para atitudes cotidianas como tomar banho ou comer;

- Baixa funcionalidade: apresenta dificuldades graves e necessita de apoio especial para o resto da vida.

Sobre a conscientização: você sabe qual é a importância?

Há séculos, de acordo com pesquisadores e entidades ligadas ao Autismo, muitas pessoas enquadravam-se dentro do transtorno e não havia conhecimento sobre o assunto. Segundo eles, muitos eram taxados como indivíduos "estranhos", e ficavam totalmente reprimidos pela sociedade, gerando  consequências como preconceito, bullying e exclusão, chegando à níveis de até mesmo de suícidio. 

Desta forma, segundo os fatos mencionados, é possível observar a grande importância de dar mais visibilidade a esta causa. Não tratando os autistas como os "anormais" da sociedade, mas aprendendo a adaptar à sua forma de vivência. 

O que a causa autista alcançou?

Por mais difícil que seja a história desta causa e todo o estigma causado, ainda assim, são muitos os marcos alcançados por meio da causa autista, permitindo aos portadores mais inclusão social e benefícios como a Carteira de Identidade (RG) Especial do Autismo, passe livre de ônibus e dependendo da renda familiar muitos recebem auxílio do governo. Além disso, nas escolas existe o direito de ter um acompanhamento especializado e, uma das mais recentes conquistas é o direito à vaga de estacionamento em locais públicos (com mais fácil acesso). 

De acordo com esta Lei, a Ciptea deve assegurar aos portadores a atenção integral, o pronto atendimento e prioridade no atendimento e acesso aos serviços públicos e privados, em especial, nas áreas de saúde, educação e assistência social.

"Nem todo ser humano é um autista, mas todo autista é um ser humano" (Nicolas Brito Sales).



Escrito por
JULIA DE OLIVEIRA (Arquivo Pessoal)
Júlia de Oliveira

1ª série do Ensino Médio - Colégio Juarez Wanderley - São José dos Campos

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.