Por Carolina Quadros Motta Bastos Em Alunos Atualizada em 17 JUN 2021 - 11H20

O reboot de Gossip Girl

Tudo que você precisa saber

Foto: Reprodução/UOL
Foto: Reprodução/UOL


A série que foi ao ar em 2007 e acabou em 2012, depois de seis temporadas bem-sucedidas, foi e ainda é um fenômeno internacional. Com seus looks icônicos e momentos inesquecíveis, o seriado conquistou fãs pelo mundo todo até sair do serviço de streaming da Netflix, no final do ano passado. Agora, nove anos depois, um reboot está sendo produzido. O primeiro trailer foi lançado na última quinta (10) e promete!

Para aqueles que não assistiram a série original, de forma básica, Gossip Girl segue a vida da elite adolescente de Manhattan, região da cidade de Nova York, navegando relacionamentos, ensino médio, faculdade e muitas situações bem fora do comum. Entretanto, há um blog online, do qual a pessoa criadora se denomina “Gossip Girl”, que expõe os segredos de todos e cria muitos problemas, tornando o mistério de quem é a tal Gossip Girl o principal mistério da trama. A série foi baseada em uma coleção de livros do mesmo nome.

Anunciada em 2019, a nova versão, que recebe o mesmo nome da original, teve suas produções interrompidas por causa da pandemia do Covid-19. Quando saiu a notícia da produção da nova série, confesso que fiquei bem cética sobre a novidade. Temos, infelizmente, uma grande lista de reboots que só decepcionaram.

Esse é o primeiro spin-off de Gossip Girl que se passa no mesmo universo do original, mas oito anos depois. O grupo de adolescentes é totalmente novo e vemos uma representatividade muito maior, com atores principais não-brancos e personagens LGBT. Muitas pessoas ficaram desapontadas que a nova série não seguiria a vida do elenco original, mas, de verdade, acho melhor assim. Blair, Chuck, Serena, Nate e Dan sempre estarão em nossos corações, porém há mais histórias para contar e pessoas para conhecer.

Os criadores da série original, Josh Schwarts e Stephanie Savage, além do showrunner e escritor original Joshua Safran, fazem parte do time de produção da nova versão, o que não vemos muito por aí e que certamente dá esperança para aqueles que querem que essa seja tão boa quanto Gossip Girl dos anos 2000 (eu!). O figurinista também é o mesmo, então esperem looks tão memoráveis quanto os que a Blair, a Serena e o Chuck usavam.

Safran, no Twitter, afirmou que querem que esse reboot seja uma coisa própria, não o “Gossip Girl 2.0”. Ele é uma extensão, uma evolução da série original, mas não vai perder a essência (e os cenários icônicos como a escola e a escadaria).

A Gossip Girl, no entanto, não é mais um blog. É uma conta no Instagram, como vimos no trailer. A ideia não é necessariamente quem é a Gossip Girl, como era originalmente, e sim que todos podem ser ela. Perdemos o blog, mas Kristen Bell ainda será a icônica voz da narração, o que pra quem assistiu é extremamente nostálgico. E é, sem dúvida nenhuma, uma parte vital da experiência da série.

Quem serão as personagens principais?

A Gossip Girl original foi muito boa em envolver quem assistia o drama e as vidas dos mini milionários que acompanhava (o que não é tão fácil). Quase ninguém era totalmente inocente, e muitas das suas atitudes eram extremamente problemáticas, mas gostamos das personagens mesmo assim. Se a nova conseguir fazer a mesma coisa, temos muito o que esperar pela frente.

Os personagens principais de Gossip Girl (2021) foram definidos no instagram oficial da série por uma palavra, o que nos leva a muitas teorias. São eles:

Audrey Hope, interpretada por Emily Alyn Lind, com a palavra graça, e Akeno Menzies, ou Aki, que é descrito pela palavra inocência e interpretado pelo ator Evan Mock. Os dois estão em um relacionamento de longo prazo. Julien Calloway, interpretada por Jordan Alexander, com a palavra é influência; parece ser a “queen bee” da escola.

Kate Keller, com a palavra ambição, interpretada por Tavi Gevinson. Luna La, interpretada por Zion Monero, descrita com a palavra estilo. Max Wolfe, que é descrito com liberdade e interpretado por Tomas Doherty, é o único personagem confirmado LGBT. Monet de Haan, interpretada por Savannah Smith, recebeu a palavra poder.

Joshua afirmou que a Monet e a Luna juntas são as mais engraçadas da série. Otto Bergmann IV, ou Obie, com a palavra privilégio, é interpretado por Eli Brown. É o melhor amigo de Aki desde a infância e está em um relacionamento com a Julien. Por fim, Zoya Lott, interpretada por Whitney Peak e descrita pela palavra perspectiva; é, aparentemente, a recém-chegada no mundo da elite, o “Dan” desta versão.

O que mais sabemos até agora?

Gossip Girl estreará no HBO Max no dia 8 de julho de 2021 (o serviço chega ao Brasil no dia 29 de junho). A série contará com 10 episódios entre 45min e 1h.

Haverá um triângulo amoroso na série. Pelo que pode ser visto na prévia, ele será ou entre a Julien, o Obie e a Zoya, ou entre a Audrey, o Aki e o Max. O Obie e a Zoya são vistos juntos no trailer, assim como o Max e o Aki, então provavelmente teremos as duas situações. Monet e Luna parecem ser as “minions” da Julien, mas os criadores afirmam que vão ter seus próprios enredos (como deveriam!).

Joshua afirma que há um “plot twist”, uma reviravolta, nesta temporada que não há como prever e que vamos ser surpreendidos.

De modo geral, é isso. Os atores e equipe de produção têm feito um ótimo papel em manter a história e seus segredos em, de fato, segredo.

Expectativas

O seriado dos anos 2000, apresenta temas muito problemáticos que não deveriam ter sido tratados como foram na série. Uma expectativa, assim, é que a nova versão não cometa os mesmos erros. Espero também ver amizades tão icônicas quanto as da série original.

Como havia dito antes, no começo eu não acreditava nesse reboot. Entretanto, depois de assistir ao trailer (disponível em https://www.youtube.com/watch?v=jsah5yCzh-U), acho que podemos nos animar.

A essência que fez Gossip Girl ser um sucesso ainda parece estar lá, mas com um toque mais moderno que apela para as gerações mais novas que não viram a série original. Lógico que há uma nostalgia e uma cultura atrás do original, mas acho que o reboot tem muito potencial. Se a série conseguir capturar tudo que faz Gossip Girl (2007-2012) bom e melhorar tudo que não foi tão bom, ela chegará longe.

Se você se interessou, assista (ou reassista) a série original e dia 8 de julho esteja pronto para maratonar o reboot. E não se esqueçam: XOXO, Gossip Girl.

Com supervisão de Giovana Colela, jornalista do Grupo Meon . 

Escrito por
Carolina Quadros (Arquivo Pessoal )
Carolina Quadros Motta Bastos

Aluna do 2° ano do Ensino Médio do Colégio Embraer - Juarez Wanderley, em São José dos Campos

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.