Alunos

Remember what it was like before...

Confira mais um texto participante do Meon Jovem

Tiffany

Escrito por Tiffany Caroline

27 NOV 2023 - 09H33 (Atualizada em 27 NOV 2023 - 09H51)

Não se esqueça de você, não se esqueça da sua cor favorita, de como é o som da sua risada, do gênero musical que te faz dançar na chuva, não se esqueça do prato que te fez querer chegar em casa mais cedo, da sobremesa que te fez dar pulinhos de alegria, não se esqueça do seu filme preferido, de olhar o pôr do sol em dias quentes, não se esqueça da felicidade que tem em você.

Ultimamente tem sido difícil, árduo, até mesmo cansativo, a rotina monótona te fez esquecer de muitas coisas lindas sobre você... E no lugar dos pensamentos positivos há uma ilha tempestuosa, com ondas gigantes que te impedem de olhar o arco-íris formado ao final da costa, tem sinalizações apontando o caminho, barcos à sua procura, mas, você se escondeu na cabana, está assustada por dentro e por fora encara os relâmpagos, a meses que ninguém consegue se aproximar, porque você tem medo de demonstrar, de sair e escrever 's.o.s' na praia, então convence a si mesma que ficar é o melhor. Te machucaram tanto que você prefere sentir a dor sozinha, do que dizer que não está bem. É compreensível, porém, é definitivo? Você realmente continuará caminhando entre a pedras, buscando sinal e antes do anoitecer voltar correndo para o lugar que não é a sua casa, por medo? realmente continuará jogando seus sonhos no mar agitado por receio de mergulhar fundo?

Essa não é a verdadeira você. Tudo bem se não quiser ajuda, mas, por favor, se salve.

Faça sua jangada mesmo debaixo da chuva intensa, amarre os seus sentimentos com cipó, firmemente. Se quiser chorar por sentir a ardência de tantas lágrimas guardadas, chore.

Não leve nada da ilha, que suas dores sejam sua força para construir cada parte de si e reme, continue remando mesmo quando os trovões soarem alto nas montanhas. Depois da neblina, depois do vento forte, do frio, há abrigo no hemisfério sul do seu coração, você terá tempo para descansar, olhando finalmente o céu aberto, contará pássaros e chegará no porto. Você vai se recuperar, ainda que para isso precise perder suas forças. Parece confuso, mas, não é. As situações, a tempestade, não precisam fazer sentido, porque é você quem precisa enfrentá-las, até mesmo atravessar um oceano perigoso de emoções.

Com supervisão de Isabela Sardinha, jornalista do Meon Jovem.




Escrito por
Tiffany
Tiffany Caroline

8º ano do ensino fundamental - E.E Darci Lopes - Jacareí

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...