Brasil

Ciclone mata 22 pessoas no Sul do país

Mais de 50 cidades são atingidas pelo fenômeno

Escrito por Meon

05 SET 2023 - 08H44 (Atualizada em 05 SET 2023 - 16H45)

Reprodução/Redes Sociais

Na noite desta segunda-feira (4), um ciclone extratropical se formou na região Sul do país.

+ Leia mais notícias da Brasil

+ Receba as notícias do Meon pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/GrkfVyt9TgB5kzD9FiFMzi

Os estragos provocados pelo fenômeno meteorológico começaram a ser vistos ainda durante o dia em mais de 50 cidades, que registram fortes rajadas de ventos, aumento da vazão de rios, pessoas desabrigadas e quatro mortes: duas em Mato Castelhano, uma em Passo Fundo e outra em Ibiraiaras.

O ciclone fez com que o nível do Rio Taquari subisse mais de 13 metros em um intervalo de menos de 12 horas.

O fenômeno teve origem em um sistema de baixa pressão, que já provocou chuvas intensas, e se deslocou em direção ao oceano, ganhando intensidade.

Enquanto a frente fria avança em direção ao estado de São Paulo, o ciclone extratropical que se formou no Rio Grande do Sul deve se afastar do Brasil nesta terça-feira (5), como informa o site Climatempo. Entretanto, os pontos altos das serras ainda podem ter rajadas em torno de 100 km/h, até o vento diminuir no decorrer da tarde.

Em Mato Castelhano, um homem morreu após a caminhonete em que ele estava ser levada pela correnteza. Outra pessoa, que também estava no carro, conseguiu sair do veículo por conta própria e está segura, segundo os bombeiros.

Em Passo Fundo, um homem morreu após receber uma descarga elétrica durante o temporal. Ele estava em casa e foi resgatado por familiares. A vítima chegou a ser levada para o Hospital Municipal Doutor César Santos, mas não resistiu.

Em Ibiraiaras, duas pessoas morreram ao ficarem presas dentro de um veículo. Segundo a Defesa Civil informou, elas tentavam atravessar um rio, e o automóvel foi arrastado pela correnteza.

A cidade de Roca Sales sofreu com uma forte enchente. Durante a madrugada desta terça-feira (5), a prefeitura pediu para que os moradores subissem nos telhados das residências. "Pedimos que quem consiga suba nos telhados e se agasalhe. O auxílio profissional do estado só virá nas primeiras horas da manhã", informava um comunicado publicado em uma rede social da prefeitura.

Muçum, Farroupilha, Nova Roma do Sul, Santo Cristo, Nova Prata, Coqueiros do Sul, Cruz Alta, São Jorge, Nova Bassano e Bento Gonçalves também foram municípios atingidos pelo ciclone. Em Caxias do Sul, segunda maior cidade do Rio Grande do Sul, houve registros quedas de árvores e alagamentos de ruas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...