Por Conteúdo Estadão Em Brasil

Metroviários de SP entram em greve a partir da meia-noite desta quarta-feira

Os funcionários do Metrô de São Paulo decidiram entrar em greve a partir da meia-noite desta quarta-feira, 19. A decisão foi tomada durante assembleia da categoria nesta terça-feira, 18, após as negociações com o governo estadual não terem avançado na última semana.

Mais cedo, foi realizada uma assembleia com representantes dos metroviários e do Tribunal Regional do Trabalho, com o objetivo de criar um acordo entre a categoria e o governo de São Paulo. Entretanto, nenhum representante da administração compareceu à reunião desta tarde. Dirigentes do sindicato classificaram a atitude como "um desrespeito à categoria".

"Não estamos pedindo aumento, estamos pedindo o reajuste inflacionário (do salário). É claro que, se vier alguma proposta de negociação, estamos dispostos a conversar e não paralisar o metrô. Mas isso está nas mãos do governo e do Metrô", afirmou mais cedo Camila Lisboa, uma das coordenadoras do sindicato.

Os dirigentes alegam que a categoria está há dois anos sem reajuste salarial e sem receberem a Participação nos Resultados (PR) referentes aos anos de 2019 e 2020. Em comunicado oficial, a categoria afirma também que o Ministério Público do Trabalho (MPT) sugeriu uma proposta de acordo na segunda-feira, 17, que foi descartada pela Companhia do Metropolitano de São Paulo.

A indicação da greve é para que as equipes noturnas já participem da paralisação e não compareçam ao metrô na noite desta terça-feira, 18. O movimento deve ser seguido pelos funcionários na manhã da quarta-feira.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.