Por Conteúdo Estadão Em Noticias

Economia do Japão segue pressionada por covid-19, diz BoJ

A economia do Japão segue pressionada pela pandemia de covid-19, com incertezas pelo ritmo da vacinação no país e o impacto do vírus em economias estrangeiras, segundo afirmou o presidente do Banco do Japão (BoJ), Haruhiko Kuroda, em discurso divulgado nesta quarta-feira pela instituição. De acordo com Kuroda, caso o impacto da pandemia persista nos próximos meses, o BoJ vai considerar uma nova extensão das medidas de acomodação monetária.

Kuroda projeta, no entanto, que a economia japonesa deve se recuperar no restante do ano, com o impacto da crise sanitária reduzindo gradualmente e apoiada por um aumento na demanda externa, pelas condições financeiras acomodatícias e as medidas econômicas do governo.

O dirigente avalia que a melhora recente dos indicadores econômicos no país se deu majoritariamente por causa do choque na primeira metade de 2020.

Ele prevê que o Japão retomará a "trajetória de crescimento sustentável" assim que o aumento da renda for direcionado para mais gastos por consumidores, melhorando os lucros de empresas japonesas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.