Por Conteúdo Estadão Em Noticias

Goiás terá plano para Regime de Recuperação Judicial até dezembro, diz Caiado

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), comemorou no Twitter a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) para o Estado ingressar no Regime de Recuperação Fiscal, citando que o Estado terá capacidade para retomar concursos públicos para preencher vagas desativadas, "acertar promoções e progressões". Em sua conta no Twitter, Caiado mencionou ainda que o Estado tem nesse momento 400 obras paradas.

O projeto de renegociação goiana será apresentado no dia 12 de junho e estará pronto até dezembro, de acordo com o governador, para o ingresso no RRP em 2022. "Começaremos a quitar as dívidas a partir de 2023, com projeção de restabelecer as condições fiscais em até seis anos", escreveu Caiado.

Com a decisão do STF, Goiás já poderá assinar contrato de refinanciamento de dívidas com a Secretaria do Tesouro Nacional (STN). A dívida de Goiás soma R$ 23 bilhões atualmente. Com a renegociação, o pagamento será de R$ 400 milhões por ano, segundo o governador.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.