RMVale

Covid-19: Pinda amplia leitos de enfermaria na Santa Casa

Segundo boletim municipal desta segunda-feira (17), a cidade tem cerca de 22 mil casos confirmados da doença; vacinação infantil começa na quarta-feira (19)

Escrito por Meon

17 JAN 2022 - 17H49 (Atualizada em 17 JAN 2022 - 18H08)

Reprodução

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Pindamonhangaba ampliou de 13 para 20 o número de leitos de enfermaria para tratamento de Covid-19. Os leitos ficam dentro da Santa Casa e são voltados aos pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde).

Segundo boletim municipal desta segunda-feira (17), a cidade tem cerca de 22 mil casos confirmados da doença e 17 internados, oito deles estão na enfermaria pública e outros seis entre os casos suspeitos.

Leia MaisVacinação infantil contra Covid-19 começa nesta terça em São José Covid-19: Jacareí inicia vacinação de crianças nesta segundaCovid-19: São José ganha novo posto de vacinação no CefeDe acordo com a secretária adjunta de Saúde, Ana Claudia Macedo, o aumento da oferta de leitos se deve ao crescimento do número de casos de Covid-19 em Pinda, que tem sobrecarregado o sistema de saúde. “A quantidade de leitos é monitorada todos os dias por nossa equipe. Como o número de casos e também de internações está elevado, precisamos ampliar a quantidade de leitos de enfermaria. Se houver necessidade, também faremos isso com leitos de UTI”, explicou.

A secretária de Saúde, Regininha Daniel, relembrou a importância de respeitar os protocolos a respeito de Covid-19, como evitar aglomerações, usar máscara e álcool 70º. “Temos uma rede pública preparada para atendimento e tratamento dos pacientes, no entanto, é importante que todos sigam as normas para evitar contaminação. Da mesma forma, pedimos para que as pessoas procurem as unidades de saúde para vacinação. Ainda existe um volume significativo da população que não tomou a primeira, segunda e terceira dose”, ressaltou.

Vacinação infantil

Pinda começa a vacinar suas crianças de cinco a 11 anos contra a Covid-19 na quarta-feira (19). O primeiro grupo a receber a vacina será o de indígenas, quilombolas e crianças com comorbidades e deficiência.

A vacinação vai ocorrer das 8 às 11 horas, no PSF Nova Esperança, PSF Cidade Nova, CIAF/Saúde da Mulher e Cisas – Moreira César.

A Secretaria de Saúde da cidade informa que, antes de levar os filhos para vacinar, os pais devem fazer o pré-cadastro no Portal Vacina Já e preencher o formulário com os dados pessoais da criança, como foi realizado nas faixas etárias anteriores, para evitar filas e desorganização.

No dia da vacinação, os pais devem levar seus documentos pessoais, os da criança e os documentos que comprovem a comorbidade e/ou deficiência.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.