RMVale

Especial: A sensibilidade da Cirurgia Plástica aplicada às artes

Wilson Ruzzante fala sobre sua experiência como cirurgião e artista

Escrito por Meon

07 DEZ 2023 - 17H35 (Atualizada em 07 DEZ 2023 - 17H48)

Dimas Cardoso

Um paulistano apaixonado pelo Litoral Norte, hoje reside em um sítio à beira da represa de Paraibuna, na Região Metropolitana do Vale de Paraíba e recebeu a Metrópole para devanear sobre uma vida inteira dedicada à arte.

Leia a Metrópole Magazine

Especialista em cirurgia plástica, Wilson Ruzzante, formou-se pela FCMS - Faculdade de Ciências Médicas de Santos e atuava genericamente no corpo humano, até que foi atraído pela cirurgia da face, onde focou seu entusiasmo artístico, e hoje se dedica exclusivamente ao rejuvenescimento da face, pálpebras e pescoço.

Canalizando sua longa experiência cirúrgica e artística ao seu paciente, explica que cria resultados incríveis e os mais naturais possíveis. “Ser cirurgião plástico me fez um artista mais completo e ser artista me tornou um cirurgião melhor” afirma Ruzzante.

Sempre foi um amante das artes, viajando por todo o mundo, desde países ocidentais até os mais exóticos do oriente, conhecendo culturas que inspiram suas obras. É um visitador assíduo de museus e galerias de arte, principalmente da Europa como a Galeria Uffizzi em Florença, museu do Prado em Madri e museu Hermitage em São Petersburgo.

Estreou na carreira artística nos anos 80, com pinturas inspiradas em pessoas e situações do século 19. No final dos anos 90 ingressou no universo das esculturas em bronze, com temas variados como filosofia, mitologia e história da música. Com olhar perscrutador, busca resultados diferentes e ousados.

Foi assim que no ano 2000 iniciou nas esculturas ligadas a telas, ou seja, uma escultura em tela, ou um quadro em 3 dimensões. E não para por aí. Ruzzante afirma que agora, dedicando-se exclusivamente às cirurgias relacionadas à face, tem mais tempo para escrever (já publicou um livro sobre cirurgia plástica), tocar piano, além, é claro, de curtir a natureza pela qual está sempre rodeado.

Já participou de diversas exposições, particulares e em museus públicos e se sente gratificado ao perceber que sua arte é valorizada por aqueles que têm a percepção para entender o significado de cada uma de suas peças, onde, além do belo, é possível encontrar significado a alma que a habita.

 Ruzzante é um “jovem” de espírito alegre e afirma que o que sempre o motivou foi correr atrás de seus sonhos, por mais impossíveis que pudessem parecer.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...