RMVale

Prefeitura de Taubaté pode gastar até R$2,2 milhões em uniforme de escola cívico-militar

Segundo justificativa da licitação, espera-se que alunos se identifiquem com a instituição e que o fardamento seja um elemento a mais na garantia da segurança e na sensação de pertencimento dos estudantes

Escrito por Ana Lígia Dal Bello

24 JUN 2022 - 15H20 (Atualizada em 24 JUN 2022 - 15H27)

Reprodução

A Prefeitura de Taubaté poderá gastar até R$2.262.598 na compra de peças de uniforme para mais de 300 alunos do ensino fundamental da escola cívico-militar EMEF Professor Lafayette Rodrigues Pereira, no bairro São Gonçalo. O pregão aberto no início de junho prevê a contratação da empresa responsável por confeccionar e entregar os uniformes.

Itens

A licitação está dividida em cinco lotes: o primeiro, de fardamento escolar, inclui 1.800 tarjetas com o nome do aluno, 1.800 cintos de nylon, 1.800 fivelas metálicas cromadas, 1.800 distintivo de ano (do 6º ao 9º ano).

O segundo lote compreende os uniformes de esporte, com 1.800 casacos de uniformes esportivos, 1.800 calças, 1.800 camisetas meia manga gola V, mil bermudas e 800 shorts-saias.

O terceiro lote diz respeito aos pares de sapatos sociais feminino e masculino e meias, com 1.800 meias esportivas soquete, 1.800 meias sociais, mil sapatos sociais masculinos tamanhos 34 a 46 e 800 mocassins femininos tamanhos 33 a 41.

O quarto lote prevê a compra de 1.800 pares de tênis tamanhos 33 a 46 e o quinto prevê 200 jalecos para docente.

A licitação também contém todas as especificações de como os uniformes devem ser confeccionados.

Reprodução
Reprodução


Justificativa

De acordo com o edital, o fardamento diferenciado leva em consideração as particularidades da Escola Cívico-Militar enquanto projeto piloto; com isso, espera-se que os alunos se identifiquem e que o uniforme seja um elemento a mais na garantia da segurança e do pertencimento dos estudantes, “bem como, ser este um elemento capaz de auxiliar na compreensão das normas estabelecidas socialmente”.

O Portal Meon questionou a Secretaria de Educação sobre o que justificaria o alto limite do pregão e aguarda resposta.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ana Lígia Dal Bello, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.