Por Conteúdo Estadão Em Noticias

Taxas de juros rondam estabilidade, mas temor com inflação traz viés de alta

Os juros futuros começam a manhã desta segunda-feira perto da estabilidade, mas com viés de alta, em meio às preocupações com a inflação diante de notícias sobre a crise hídrica que pode manter as tarifas de energia mais altas, retomada da atividade com aceleração da vacinação em São Paulo, que pode elevar o consumo e pressionar os preços, além de novas elevações das previsões do mercado para o IPCA na Relatório Focus, do BC. Às 9h10, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 subia para máxima de 8,55%, de 8,53% no ajuste de sexta-feira (11). O DI para janeiro de 2023 subia 6,99%, de 6,97%, e o para janeiro de 2022 estava em 5,32%, de 5,30% no ajuste anterior.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.