Alunos

Jogadores da Seleção Brasileira se pronunciam sobre a Copa América

A realização da Copa América gira em torno de uma polêmica politizada

Kaun Lopes (Arquivo Pessoal)

Escrito por Kauan Mendonça Lopes

10 JUN 2021 - 15H09 (Atualizada em 10 JUN 2021 - 15H34)

Foto: Reprodução/Lucas Figueiredo CBF CBF (Foto: Reprodução/Lucas Figueiredo CBF )

A Copa América, evento esportivo realizado na América do Sul, que agrega seleções de futebol das nações pertencentes à CONMEBOL, é prestigiada por uma grande parte dos brasileiros, a cada quatro anos. O fato é que, devido a Covid-19, a realização do campeonato, inicialmente marcada em junho de 2020, teve que ser adiada para 2021.

Entretanto, vários ocorridos passaram a servir como empecilhos para a iniciação da Copa América: a princípio seria sediada pela Colômbia e Argentina, mas, respectivamente nos países, por regimes de protestos e quarentenas gerais, acabou sendo abdicada a ideia.

Posteriormente, a CONMEBOL declamou o Brasil para tomar posto de sede oficial, colocando em consecutivo as realizações do torneio no país; porém, os altos índices de mortes no território, ocasionadas pelo novo coronavírus, impactaram como contra-argumentos pela escolha oficial, prosseguindo, então, a polêmica nas redes sociais.

Foto: Reprodução/ISTOÉ
Foto: Reprodução/ISTOÉ


Após pressões dos torcedores nas mídias sociais, somadas com organizações que esperavam a posição opinativa dos jogadores acerca da Copa América 2021, a Seleção Brasileira divulgou um manifesto nas redes sociais, nessa terça-feira (08), em específico no "stories" do Instagram, expressando uma nota de repúdio coletiva, a qual causou mais turbulências ainda. Confira a reprodução do manifesto a seguir:

"Quando nasce um brasileiro nasce um torcedor. E para os mais de 200 milhões de torcedores escrevemos essa carta para expor nossa opinião quanto a realização da Copa América. Somos um grupo coeso, porém com ideias distintas. Por diversas razões, sejam elas humanitárias ou de cunho profissional, estamos insatisfeitos com a condução da Copa América pela Conmebol, fosse ela sediada tardiamente no Chile ou mesmo no Brasil."

"Todos os fatos recentes nos levam a acreditar em um processo inadequado em sua realização. É importante frisar que em nenhum momento quisemos tornar essa discussão política. Somos conscientes da importância da nossa posição, acompanhamos o que é veiculado pela mídia e estamos presentes nas redes sociais."

"Nos manifestamos, também, para evitar que mais notícias falsas envolvendo nossos nomes circulem. Por fim, lembramos que somos trabalhadores, profissionais do futebol. Temos uma missão a cumprir com a histórica camisa verde amarela pentacampeã do mundo. Somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não a Seleção Brasileira."

Apesar da insatisfação por parte da Seleção Brasileira, a última frase do pronunciamento afirma sobre a participação dos jogadores no evento. Como também o técnico do time brasileiro, Tite, divulgou a lista dos jogadores convocados em campo, na tarde dessa quarta-feira (09), reafirmando indiretamente que acontecerá o evento.

Segue abaixo a imagem divulgada pelo perfil oficial da CBF (@CBF_futebol), anunciando a lista final de convocação.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução


Com supervisão de Giovana Colela, jornalista do Meon Jovem.

Escrito por
Kaun Lopes (Arquivo Pessoal)
Kauan Mendonça Lopes

2º ano do Ensino Médio - Colégio Embraer Juarez Wanderley - São José dos Campos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.