Noticias

CPI da Covid: senadores abrem sessão em que gerente da Pfizer será ouvido

A oitiva de Murillo ganhou novos contornos após o depoimento ontem do ex-secretário de Comunicação e empresário Fábio Wajngarten

Escrito por Conteúdo Estadão

13 MAI 2021 - 10H05 (Atualizada em 13 MAI 2021 - 10H30)

eodn059ecgu21ie9cdj67o9ao

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado abriu na manhã desta quinta-feira, 13, a sessão em que irá ouvir representante da farmacêutica Pfizer. Quem deve falar à CPI é o gerente geral da farmacêutica para a América Latina, Carlos Murillo. Ele era gerente geral da Pfizer no Brasil durante o ano passado.

A oitiva de Murillo ganhou novos contornos após o depoimento ontem do ex-secretário de Comunicação e empresário Fábio Wajngarten que colocou em xeque o Palácio do Planalto. A farmacêutica cobrou uma resposta do governo em setembro do ano passado sobre uma proposta que havia sido feita ao Ministério da Saúde.

A correspondência, assinada pelo CEO da Pfizer, Albert Bourla, teria ficado sem resposta até novembro, de acordo com o ex-secretário. O depoimento de hoje poderá ajudar a esclarecer quantas foram as doses oferecidas e como correu o diálogo com o governo federal.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.