Por Conteúdo Estadão Em Mundo

EUA anunciam renúncia à sanções contra envolvidos na construção de gasoduto

Os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira, 19, que renunciaram às sanções contra embarcações, indivíduos e entidades envolvidos na construção do gasoduto Nord Stream 2, que liga Alemanha e Rússia. As ações de hoje "demonstram o compromisso do governo com a segurança energética na Europa", afirmou o secretário de Estado, Anthony Blinken, em comunicado.

Entre os contemplados com a renúncia às sanções estão a Nord Stream 2 AG, seu CEO Matthias Warnig e os diretores corporativos da empresa, segundo o comunicado.

Na visão do diplomata, as ações são consistentes com a promessa do presidente dos EUA, Joe Biden, de "reconstruir relacionamentos com nossos aliados e parceiros na Europa". "Continuaremos a nos opor à conclusão deste projeto, que enfraqueceria a segurança energética europeia e da Ucrânia", afirmou Blinken, indicando que a oposição ao gasoduto é "inabalável".

Mais cedo, a vice-secretária de imprensa dos Estados Unidos, Karine Jean-Pierre, afirmou que a construção do gasoduto Nord Stream 2 é um mal acordo que ameaça a segurança energética da Europa. O duto já está mais de 90% concluído, e é questionado por críticos por ser visto comum um trunfo geopolítico russo.

Hoje, Blinken se reuniu com o homólogo russo, Sergei Lavrov, no âmbito do Conselho do Ártico, em Reykjavik.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.