Outubro rosa é o mês dedicado à conscientização das mulheres para a prevenção da doença

viver_bem_unimed_outubro_rosa

Movimento do Outubro Rosa surgiu nos Estados Unidos

Divulgação



O mês de outubro está mais cor de rosa para lembrar as mulheres sobre a importância do autoexame para a prevenção do câncer de mama. Durante todo o mês, o mundo inteiro promove ações para sensibilizar as mulheres e a sociedade sobre o assunto e discutir novos mecanismos para auxiliar essas mulheres a terem mais qualidade de vida.

O movimento do Outubro Rosa surgiu nos Estados Unidos. Na época, vários estados promoviam ações isoladas incentivando as mulheres a prevenção e a mamografia. Alguns anos depois, o Congresso americano aprovou a lei que instituía em todo o país o mês de outubro como o período para conscientizar as pessoas para a prevenção da doença.

Mas, como surgiu o laço cor de rosa, símbolo da campanha?

O laço cor de rosa surgiu em 1990, quando a Fundação Susan G Komen for the Cure entregou o símbolo aos participantes da primeira corrida pela cura, que aconteceu em Nova Iorque. Em 1997, as entidades das cidades de Yuba e Lodi, nos Estados Unidos, começaram a celebrar e fomentar ações de prevenção do câncer de mama. Com os anos, isso foi ganhando força e hoje vários lugares em todo o mundo desenvolve atividades como desfiles de moda com sobreviventes do câncer de mama, corridas, dentre outras.

No Brasil, a primeira iniciativa em prol da prevenção do câncer de mama, aconteceu em outubro de 2002, quando o monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista ou mais conhecido Obelisco do Ibirapuera, que fica em São Paulo, foi iluminado com tons cor de rosa. Em 2008, foi a vez, do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro receber a iluminação cor de rosa e a partir do ano seguinte, diversas cidades brasileiras também adotaram, com mais intensidade, ao movimento.

banner_unimed

Saiba mais AQUI

Publicidade

E não custa relembrar mais uma vez sobre como o autoexame deve ser realizado. Os médicos ressaltam que toda mulher, principalmente a partir dos 20 anos precisa fazer mensalmente o exame que é feito por ela mesma. O ideal é fazê-lo após uma semana do término da menstruação, no caso de ausência da menstruação, as mulheres devem escolher uma data fixa no mês.

O autoexame é simples e levam apenas alguns minutos, a mulher deve observar a mama em frente ao espelho e verificar se há alguma alteração na pele, no seu aspecto ou se há algum tipo de secreção no mamilo. Depois ela deverá apalpar as mamas, de preferência deitada, com uma almofada pequena embaixo das costas. Com os três dedos do meio, ela deverá examinar as duas mamas em toda a sua extensão. É recomendável começar pela superfície externa, apertando os dedos contra a mama e movendo-os em pequenos círculos de fora para dentro até chegar ao mamilo. É preciso verificar se há alguma massa, caroço ou inchaço. No caso de encontrar algum sinal, é muito importante que se procure um médico para uma consulta e a realização de exames.

Se cuide, pois a prevenção e o diagnóstico precoce podem salvar a sua vida.

www.unimedsjc.coop.br