RMVale

Ambientalistas repudiam incentivo à caça de tubarões em Ubatuba

Um iate clube estaria oferecendo recompensa em dinheiro pelos animais

Escrito por Yeda Vasconcelos

26 NOV 2021 - 16H51 (Atualizada em 30 NOV 2021 - 11H14)

Assessoria de imprensa do Instituto Argonauta

O Ceau (Centro de Entidades Ambientalistas de Ubatuba) em parceria com sociedades científicas e organizações civis soltaram uma nota de repúdio a um iate clube da cidade que promoveu uma ação de incentivo à caça de tubarões com recompensa em dinheiro.

A ação foi supostamente impulsionada pelos dois ataques recentes de tubarão que aconteceram em Ubatuba no último mês. No dia 3 de novembro, um turista francês levou uma mordida na perna enquanto nadava na praia do Lamberto. Poucos dias depois, em 14 de novembro, uma idosa de 79 anos também foi mordida na panturrilha na Praia Grande.

Segundo apurou o UOL, a recompensa seria de R$20,00 para cada centímetro de comprimento dos animais capturados. A caça aconteceria devido a preocupação de que os ataques afastassem os turistas do município.

Uma portaria no Ministério do Meio Ambiente proíbe a pesca de 410 espécies aquáticas ameaçadas em todo o território nacional, incluindo as espécies de tubarão. Por isso, a caça de algumas espécies de tubarões é crime ambiental, passível de multa e prisão.

O Portal Meon entrou em contato com o clube e com a Prefeitura de Ubatuba, mas ainda não obteve resposta.

O Instituto Argonauta divulgou uma cartilha sobre tubarões após o segundo ataque.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Yeda Vasconcelos, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.