Por Meon Em RMVale

Morte causada por suposto erro médico durante parto em Cruzeiro será investigada

Mulher, de 30 anos, morreu no último domingo dois meses depois de dar a luz no hospital

20140723_santa_casa_cruzeiro_flavio_pereira_2_de_5_2

Parto foi realizado em maio na Santa Casa

Arquivo/Meon



A Polícia Civil instaurou um inquérito para investigar a morte de uma mulher na Santa Casa de Cruzeiro após um suposto erro médico.
A vítima morreu no último domingo (22) dois meses depois de dar a luz no hospital da cidade. Familiares acreditam em negligência.

Leia MaisApós 8 anos, fonte no Jardim Márcia é recuperada em Campos do JordãoMP fiscaliza ações de educação ambiental em cidades da RMValeVídeo: homem é resgatado no Pico do Corcovado em Ubatuba


O caso aconteceu no dia 24 de maio, quando Bruna Lemes, de 30 anos, foi até a Santa Casa de Cruzeiro para ter o filho. De acordo com a família, durante a cirurgia cesariana, o médico perfurou o intestino da paciente.
"Durante o parto, foi perfurado o intestino. O médico fechou e, depois de dois dias, ela teve alta e voltou para casa. Durante a noite, ela começou a passar mal", disse Daniel Pereira da Silva, primo de Bruna, em entrevista à Rádio Pop.

"Ela foi levada às pressas para Lorena e o médico mandou voltar, porque o procedimento estava todo errado. Ela foi costurada com mangueira e não é o procedimento certo", completou.

Bruna chegou a ser internada novamente e passou por outras cirurgias mas não resistiu e faleceu no último domingo. A família registrou um Boletim de Ocorrência sobre o caso que está sendo investigado no 3º Distrito Policial da cidade. Médicos e testemunhas serão ouvidos, mas ainda não existe uma data para que isso aconteça.

Em nota, a Santa Casa de Cruzeiro informou que "a paciente foi atendida pelos profissionais da Santa Casa, dentro de suas necessidades e não foram medidos esforços para que fossem feitos todos os procedimentos necessários" e que " todos os procedimentos realizados serão objeto de análise pelas comissões de apoio à gestão do Hospital".

A prefeitura de Cruzeiro também se manifestou por meio de nota informando que "as providências para a apuração dos fatos estão sendo tomadas e o óbito investigado por uma comissão de ética médica e outra de revisão de óbitos" e que "a Secretaria Municipal de Saúde acompanha todo o processo de averiguação, juntamente com toda a comissão diretora da gestão do Hospital".
A administração municipal informou também que "o referido médico está afastado das funções atése concluam as análises das comissões de investigação."


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...