Por Ana Lígia Dal Bello Em RMVale Atualizada em 26 JAN 2022 - 19H18

Vídeo: sem água há 5 dias, moradores do São Judas pedem para tomar banho no poliesportivo

Falta d´água também impede que comerciantes abram estabelecimentos


Na terça-feira (25), um grupo de moradores do Jardim São Judas Tadeu, na região sudeste de São José dos Campos, pediu à administração do poliesportivo do bairro para tomar banho no espaço, já que estão desde sexta-feira (21) sem água corrente.

Leia MaisFalhas no sistema de energia deixam três cidades do Litoral Norte sem luzQuatro homens são presos após tentarem furtar delegacia em TremembéSão José e Jacareí oferecem 236 vagas de emprego nesta quartaCovid-19: Confira o cronograma de vacinação em São José nesta quartaEles alegam que, mesmo quando o abastecimento de água é normalizado, não há pressão suficiente para que a água chegue até as casas da parte mais alta do bairro, de modo que só as ruas de baixo são beneficiadas.

“Desde que a água voltou, três ruas continuam sem, não chega uma gota. Tem comércio aqui em cima, pessoal do comércio não está nem trabalhando, que não abriu porque não tem água”, relatou a profissional de comunicação e moradora Jéssica Souza.

“Nem trabalhar a gente pode, porque dependemos de água. Aqui chegou um pouco, mas já acabou”, disse outra moradora, Luzia Santos.

As vias afetadas no momento são a avenida São Cristóvão e as ruas São Januário, São Tomé e São Felipe.

De acordo com Jéssica, a Sabesp já esteve na área em 2021 e os moradores já fizeram reunião de bairro para analisar a situação.

Reprodução
Reprodução


“A gente já reclamou para todo mundo que a gente consegue (...). A sorte é que parece que vai chover e vai dar para limpar a casa e limpar o quintal com a água da chuva”, desabafou a moradora.

“Nosso intuito não é invadir, é tomar um banho. Eu fui até a direção do poliesportivo pedir para tomar banho, porém, o pedido foi negado. (...) Falaram que iriam chamar a polícia para a gente, se a gente entrasse na piscina”, disse o morador Fred Bruno, em vídeo publicado ontem na internet.

A Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida informou que “a situação foi resolvida na base do diálogo entre a coordenação da unidade e o grupo de moradores, sem a necessidade de intervenção da Guarda Municipal”.

A Secretaria de Manutenção da Cidade também informou solicitou à Sabesp para que seja feita vistoria técnica no local e apresente uma solução sobre essa situação.

A Sabesp alegou que o reservatório de água está se recuperando naturalmente. Os moradores fizeram uma reclamação à ouvidora da companhia, que enviou uma equipe ao bairro hoje.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ana Lígia Dal Bello, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.