Por Meon Em RMVale

Grupo faz ato em defesa do Inpe em São José; Bolsonaro e Pontes reforçam criticas aos dados sobre a Amazônia

Bolsonaro quer ter acesso aos dados antes da publicação; ministro pede "pente fino" dos dados já divulgados

inpe_defesa_sindicato

Cerca de 200 pessoas participaram de ato em defesa ao Inpe

Reprodução/SindCT

Nesta segunda-feira(22), cerca de 200 pessoas participaram de um ato na cidade de São José dos Campos em defesa do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). No mesmo dia, o ministro Marcos Pontes disse que estranhou os dados da pesquisa sobre o desmatamento da Amazônia, solicitou um relatório do instituto e convidou o diretor do Inpe para esclarecimentos.

A manifestação foi convocada após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmar que os dados do Inpe sobre Amazônia são mentirosos. O presidente voltou a criticar os dados do Inpe nesta segunda e afirmou que a pesquisa deveria repassar pelo MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) antes de serem divulgados.

O ato em defesa do Inpe foi organizado pelo SindCT (Sindicato Nacional dos Servidores Públicos Federais na Área de Ciência e Tecnologia do Setor Aeroespacial) e aconteceu das 12h30 às 14h desta segunda em frente a portaria do instituto.

Fernando Morais, vice-presidente do SindCT e servidor do Inpe, destacou que a declaração de Bolsonaro é injusta e expressa a opinião da bancada ruralista no congresso.

“Quem pensa assim e fala assim são pessoas do agronegócio, porque eles querem autorização para invadir a Amazônia. Quem fala assim são os madeireiros daquela região. Esses grupos são muito fortes e ricos. [...]Ao falar essas coisas acusando o Inpe, os servidores e atual presidente, cometeu-se uma grande injustiça e uma provocação que não podemos aceitar. Por isso foi feito esse ato em desagravo ao Inpe que é uma instituição respeitada mundialmente”, afirma Fernando.

A SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) publicou, através de uma carta de Ildeu de Castro Moreira, presidente da instituição, um manifesto em defesa do Inpe.

Na carta, o presidente da SBPC reforça que “Críticas sem fundamento a uma instituição científica, que atua há cerca de 60 anos e com amplo reconhecimento no País e no exterior, são ofensivas, inaceitáveis e lesivas ao conhecimento científico”.

    

Ministro Marcos Pontes solicita relatório sobre monitoramento na Amazônia

    

Nesta segunda-feira, Marcos Pontes, ministro do Mctic, publicou uma carta solicitando um relatório técnico completo contendo os resultados dos últimos 24 meses do monitoramento de áreas de desmatamento na Amazônia.

Com relação aos dados de desmatamento produzidos pelo INPE, organização pelo qual tenho grande apreço, entendo e reconheço a estranheza expressa pelo nosso presidente Bolsonaro quanto à variação percentual dos últimos resultados na série histórica.

Na carta, Marcos Ponte afirma ainda que não há problemas na contestação de resultados pois seriam “elementos normais e saudáveis do desenvolvimento da Ciência, suas teorias e metodologias”.

Segundo o ministro, o relatório será analisado por técnicos do MCTIC e do INPE e visa a melhoria do monitoramento e preservação ambiental e aperfeiçoamento das ferramentas de pesquisa.

Pontes também criticou o diretor do Inpe e o convidou para prestar esclarecimentos. Na carta, o ministro destaca que irá definir novos passos a partir deste encontro.

“Embora entenda o contexto do fator emocional, discordo do meio e da forma utilizada pelo diretor, visto que não corresponderam ao tratamento esperado na relação profissional, especialmente com o Chefe do Executivo do País. Em consequência, o Diretor do INPE foi convidado pelo MCTIC para esclarecimentos e orientações. A partir dessa reunião serão definidos novos passos”, disse Pontes.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...